MENU

Portal Multiplix

Secretário de Estado de Saúde confirma desmontagem do hospital de campanha que nunca foi usado em Nova Friburgo

Alex Bousquet disse que unidade deve ser desmobilizada no dia 5 de agosto

Por Redação Multiplix
29/07/20 - 17:59
Secretário de Estado de Saúde confirma desmontagem do hospital de campanha que nunca foi usado em Nova Friburgo Hospital de Campanha de Nova Friburgo vai ser desmontado sem ter sido inaugurado | Foto: Reprodução/Portal Multiplix

O secretário estadual de Saúde, Alex Bousquet, afirmou em coletiva realizada nesta quarta-feira, dia 29 de julho, que o Hospital de Campanha de Nova Friburgo deve ser desmobilizado no dia 5 de agosto, desde que não exista nenhum impedimento judicial.

A decisão, segundo o secretário, foi baseada em critérios técnicos e é mais uma fase do planejamento estratégico de enfrentamento à Covid-19 no estado.

Além desse hospital na cidade da Região Serrana, as unidades de Duque de Caxias de Nova Iguaçu também podem ser desmontadas no dia 5 de agosto. Já os hospitais do Maracanã e São Gonçalo devem ser desmobilizados em 12 de agosto.

O secretário destacou que há uma previsão de se chegar a cinco mil leitos extras de CTI, por mês, para tratamento da doença.

Bousquet reafirmou que as determinações judiciais sobre os hospitais de campanha serão respeitadas. Uma decisão da Justiça do Rio atendendo a um pedido do Ministério Público estadual e da Defensoria Pública impede que as unidades sejam desmontadas.

A informação do desmonte do hospital já havia sido divulgada pelo secretário na última segunda-feira, dia 27 de julho, durante oitiva conjunta entre a Comissão Especial de Fiscalização dos Gastos na Saúde Pública Durante o Combate do Coronavírus e a Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj).

Segundo Bousquet, o fechamento dos hospitais de campanha não terá impacto no atendimento dos pacientes que necessitam de internação. A rede de saúde referenciada para coronavírus conta atualmente com mais de 900 leitos, número que poderá ser ampliado com o apoio da SES aos municípios.

“Desde o princípio, era previsto que os hospitais de campanha encerrassem as atividades quando houvesse a redução da curva de casos e óbitos, e quando a oferta de leitos da rede de saúde existente fosse suficiente. Este momento chegou. O passo foi avaliado em conjunto com técnicos do Governo”, explicou o secretário.

A Secretaria de Estado de Saúde informou que já disponibiliza, por intermédio da Central Estadual de Regulação, mais 10 leitos de CTI para tratamento de Covid-19 no Hospital Municipal Raul Sertã, em Nova Friburgo. Além disso, mais 10 leitos foram oferecidos no Hospital Municipal Antonio Castro, em Cordeiro, ampliando as vagas na região.

Também durante a coletiva de imprensa desta quarta-feira, a secretária Extraordinária de Acompanhamento das Ações Governamentais Integradas da Covid-19, Flávia Barbosa, analisou a evolução do coronavírus no estado do Rio de Janeiro.

“Nossa realidade de queda sustentada de notificações e a baixa taxa de ocupação de leitos no estado, indicativos inclusive da bandeira amarela, de risco baixo da doença, são justificativas técnicas que fundamentam a decisão da SES”, disse a secretária.

Os equipamentos dos hospitais de campanha desmobilizados irão reforçar as redes municipais de saúde e possibilitar a abertura de novos leitos.

"A nova estratégia, que inclui também a pactuação de leitos nos municípios e o suporte operacional com profissionais e insumos, direciona para a assistência aproveitando as estruturas das unidades locais, num cenário em que a previsão de uma segunda onda da doença perde força", explicou o médico da SES, Alexandre Chieppe.

Entenda o caso

As obras do Hospital de Campanha de Nova Friburgo tiveram início no dia 10 de abril, com previsão de entrega para o final daquele mesmo mês.

Porém, a OS Iabas, que estava a frente da gestão da unidade, não conseguiu cumprir nenhum dos prazos estipulados, segundo o estado. Com os atrasos, o governo decidiu afastar a organização social e assumir os hospitais, sem definir datas para a inauguração das unidades.

Neste mês, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) anunciou que a unidade de Nova Friburgo estava fechada e só seria usada como leitos de retaguarda. Ou seja, caso ocorresse uma segunda onda de Covid-19 no estado. Esse hospital seria utilizado para garantir as vagas disponíveis ao atendimento da população.


É proibida a reprodução total ou parcial dos conteúdos do Portal Multiplix, por qualquer meio, salvo prévia autorização por escrito.
TV Multiplix
TV Multiplix Comunicado de manutenção TV Multiplix Comunicado de manutenção
A TV Multiplix conta com conteúdos exclusivos sobre o interior do estado do Rio de Janeiro. São filmes, séries, reportagens, programas e muito mais, para assistir quando e onde quiser.