Número de vítimas de acidentes de trânsito na Região Serrana cai quase 10% em 2018

Campanha Maio Amarelo chama atenção para a necessidade de prudência ao volante

Por Matheus Oliveira e Tainá Azevedo
08/05/19 - 11:10
Número de vítimas de acidentes de trânsito na Região Serrana cai quase 10% em 2018 Segurança no trânsito é o grande foco da campanha nacional do Maio Amarelo | Foto: Reprodução/Portal Multiplix

Prevenir, conscientizar e salvar vidas. Esse é o grande objetivo da campanha Maio Amarelo, que visa, em todo o país, alertar para os perigos existentes quando se descumpre as leis de trânsito. Na Região Serrana do Rio não faltam histórias de pessoas marcadas por acidentes e da importância da educação no trânsito.

O farmacêutico friburguense Thiago D’Ângelo, 31 anos, conta que sofreu um acidente na RJ-142 (Estrada Serramar) no último dia de 2010 por tentar chegar mais rápido em Rio das Ostras, e que aprendeu a lição de ser consciente no trânsito.

“Meu primo, um amigo nosso e eu fomos viajar. A pista estava molhada e ficamos empolgados por celebrar a virada de ano sozinhos. Eu estava dirigindo em uma velocidade acima do permitido e, quando cortei um carro, próximo da cidade de Casimiro de Abreu, havia uma ponte onde só passava um carro e outro veículo estava passando por ela. Então comecei a frear e o carro começou a deslizar e foi batendo nas placas ao lado da pista e, ao nos aproximarmos da ponte, acabamos caindo no rio. Felizmente sobrevivemos e o dano foi apenas material. O que tiro de aprendizado é que o carro é uma arma e que devemos fazer bom uso dele, zelando sempre pela vida dos demais e da minha. Na época não tive responsabilidade, mas Deus foi generoso e aprendi com a situação”, relata.

Histórias como essa não são incomuns. A Organização das Nações Unidas (ONU) divulgou, em maio de 2011, que a década que se encerra em 2020 seria a de segurança no trânsito. De acordo com a instituição, três mil pessoas morrem por dia nas estradas de todo o planeta.

De acordo com Detran-RJ, as vítimas em acidentes na Região Serrana caíram 9,6% entre 2017 e 2018. Há dois anos 1.397 pessoas foram envolvidas em acidentes. Já no ano passado foram 1.263. O órgão aponta que 83% das vítimas são das cidades de Nova Friburgo, Petrópolis e Teresópolis.

Em todo o estado do Rio de Janeiro, 20.535 acidentes com vítimas foram registrados em 2017. Em 2018, 20.241 pessoas se envolveram em ocorrências no trânsito. No último ano, 66,45% das pessoas que se envolveram em acidentes são homens, normalmente jovens entre 18 e 29 anos (28,60%) e adultos de 30 a 39 anos (20,36%).

Ser prudente ao dirigir é o melhor caminho para evitar acidentesSer prudente ao dirigir é o melhor caminho para evitar acidentes | Foto: Reprodução/Portal Multiplix

O instrutor de autoescola Hugo Reis, residente em Nova Friburgo, declara quais lições são passadas ao motorista nas aulas e detalha algo fundamental para que os motoristas tornem o trânsito mais seguro: a educação.

“Ensinamos, a partir das aulas teóricas, que os novos condutores tenham mais respeito e cuidado, pois o trânsito da nossa cidade possui dia tumultuados e de congestionamento em horários de pico. Vemos em redes sociais fotos de acidentes que ocorrem por falta de cuidado e atenção nas vias. Nós ensinamos não só a dirigir, mas a ter educação no trânsito”, explica Hugo.

Hugo complementa, citando as maiores infrações cometidos pelos motoristas.

Existe muito desrespeito à segurança, já que muitas pessoas dirigem falando no celular, sem cinto ou acima do limite de velocidade. Aqui em Friburgo não tem vias acima de 60km/h e observamos muitos condutores acima desse limite de velocidade.

Ele destaca que dirigir faz com que o condutor tenha responsabilidade sobre diversas vidas e destaca a importância do Maio Amarelo.

“A importância maior é evitar mortes. Muitos têm o sonho de ter uma carteira, mas não têm a noção da responsabilidade que carregamos ao dirigir. Quando estamos atrás de um volante somos responsáveis por várias vidas. Quando ingerimos álcool e dirigimos colocamos em risco outras vidas. O Maio Amarelo pode ajudar nesta questão e quanto mais divulgação e prevenção neste sentido, melhor. Com o dia a dia corrido, o povo esquece. Um mês voltado para este tema é fundamental para conscientizarmos a população”, afirma.

Maio Amarelo

O Movimento Maio Amarelo pretende chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo. A campanha é uma ação coordenada entre o poder público e a sociedade civil. A intenção é colocar em pauta o tema segurança viária e mobilizar toda a sociedade, envolvendo os mais diversos segmentos: órgãos de governos, empresas, entidades de classe, associações, federações e sociedade civil gerando prevenção e conscientização.