População de Bom Jardim convive com falta de água na cidade

Moradora revela, em entrevista, drama vivido pelas pessoas, que chegam a ficar três dias sem abastecimento

Por Matheus Oliveira - 01 de Fevereiro de 2019, 16:46
População de Bom Jardim convive com falta de água na cidade Moradores de Bom Jardim passam dificuldades em razão do serviço de fornecimento de água na cidade | Foto: Banco de Imagem

A cidade de Bom Jardim vive com um problema em um serviço indispensável à população: falta de água. Segundo relato de uma moradora, a falta e a má qualidade da água que chega nas casas é constante e vêm gerando transtornos para os cidadãos bom-jardinenses. Tal situação fez com que o vereador Michel Soares entrasse na Justiça contra a Cedae, empresa responsável pelo serviço na cidade da Região Serrana.

De acordo com a fotógrafa Juliana Tostes, o problema é constante, chegando a ficar três dias sem água e os moradores ficam sem resposta da concessionária sobre o problema.

“O serviço de fornecimento de água aqui é péssimo. Cai água em um ou dois dias, depois fica três sem cair, a gente fica sem água nesse calor intenso. Aí tem que pedir a algum vereador para ligar para a Cedae e tentar normalizar o serviço e tentar conseguir uma resposta.”, declara.

“Eles alegam que é uma manobra que necessitam fazer ou a bomba queima. Sempre tem uma desculpa, mas nunca resolvem. Tem dia que toda a cidade fica sem água. Não sei se a captação é ruim, mas não temos nenhum retorno por parte da empresa para saber o que acontece. Eu moro no Jardim Ornelas, em Bom Jardim. Aqui, por exemplo, estamos há dois dias sem água e o pessoal está colocando caixa d’água de seis mil litros, puxando bomba, fazendo poço artesiano, ou seja, cada um dando seu jeito. Mas não farei nada disso, quero que a água caía todo dia, pois a conta chega antes do vencimento e o valor ainda aumentou.”, diz.

Ainda de acordo com Juliana, algumas pessoas têm recorrido ao Ministério Público, mas ainda não houve solução.

“A gente tem, sim, que buscar nossos direitos e divulgar isso para que essa situação seja resolvida, pois é muito desagradável não ter água. Posso dizer que até no centro da cidade o fornecimento costuma ser interrompido. Em bairros distantes, como Jardim Ornelas e Bem-Te-Vi, não há água e povo vai se virando. Esse problema é constante e existe há muito tempo.”, conclui.

A reportagem entrou contato com a Cedae e a com a Prefeitura de Bom Jardim e aguarda uma posição sobre o assunto.