Lutador friburguense Victor Dias busca segunda vitória seguida da carreira no MMA

Atleta enfrenta Clecio Silva, pelo WOCS 54, neste sábado, 18, a partir das 20h, no Rio de Janeiro

Por Matheus Oliveira
16/05/19 - 10:51
Lutador friburguense Victor Dias busca segunda vitória seguida da carreira no MMA Victor Dias tenta engatar uma sequência de vitórias na carreira | Foto: Reprodução/Redes Sociais

Hora de engatar a segunda vitória consecutiva, seguir se destacando no cenário nacional e buscar um lugar no MMA internacional. Esses são objetivos do lutador friburguense Victor Dias, que enfrenta, neste sábado, dia 18 de maio, Clecio Silva, no evento WOCS 54 no Clube Oásis na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro, a partir das 20h.

Além do WOCS, Victor já lutou em eventos como Buzios Fight Night (BNF) e Shooto Brazil. No Titan FC, o atleta estreou na carreira internacional mas acabou derrotado. Em seguida, ele voltou a vencer ao derrotar Paulo Baborsa, no WOCS 52 do ano passado.

Para o novo desafio, ele revela que a preparação feita na academia TFT, no Rio, lhe deixou confiante para o combate. Ele revela que a estratégia para a luta é transitar entre o jogo de chão e a trocação.

“Eu tento transitar tanto na luta em pé, tanto no alto quanto no chão. Busco explorar as principais falhas no jogo do meu rival, onde o adversário tiver as maiores falhas. Estou pronto para qualquer área”, declara.

Victor destaca que a segunda vitória consecutiva é uma forma de consolidar a carreira e mostrar força no cenário nacional.

“Eu estava em um bom momento, mas acabamos tendo um resultado adverso. Porém, já em 2018, voltamos ao caminho das vitórias. Espero embalar mais um triunfo para ter uma nova oportunidade no cenário internacional. Todo atleta sonha em lutar em grandes eventos. Eu também tenho esse sonho e trabalho muito duro todos os dias para isso”, afirma.

“Todo atleta tem sonhos e ambições dentro do esporte que pratica e em lutar os melhores eventos. Então, eu projeto isso para a minha carreira, lutar em eventos como o UFC repetindo os feitos dos meus conterrâneos Edson Barboza e Marlon Moraes. Mas também existem outros grandes eventos surgindo, como o Bellator e o One. Para mim, o importante é poder fazer o meu trabalho. Hoje, o WOCS é um dos melhores eventos do país”, declara.

Victor ainda destaca que o esporte brasileiro vem perdendo investimento em razão da grave crise financeira e fiscal pela qual o país atravessa. Mas ressalta que os atletas brasileiros seguem indo para o exterior e se destacando nas principais competições.

Por fim, pediu apoio à torcida friburguense, dizendo estar orgulhoso em poder representar a cidade da serra fluminense, além da família e amigos.