MENU

Portal Multiplix

Normas técnicas são desrespeitadas e postes de Friburgo são tomados por cabos e fios; assista

Além da poluição visual, situação cada vez mais problemática chama a atenção para os riscos de incêndios; concessionária responsável por gerir uso dos postes nega irregularidades

Por Redação Multiplix
23/12/19 - 17:22
Friburgo: normas são desrespeitadas e postes são tomados por cabos e fios Imagem mostra emaranhado de fios e cabos em poste de Nova Friburgo | Foto: Reprodução/Portal Multiplix

Basta andar pelas ruas de Nova Friburgo, na Região Serrana do Rio, para se assustar com a enorme quantidade de cabos e fios pendurados em postes. Em alguns, a situação é tão crítica que mal dá para contar a quantidade de fios.

Além da poluição visual, a realidade cada vez mais problemática chama a atenção para os riscos de incêndios. Só em 2019 foram ao menos cinco casos no Centro da cidade.

A equipe do Portal Multiplix foi entender melhor essa história e descobriu que a quantidade de empresas ocupantes dos postes (ex.: internet, TV a cabo, telefone etc.) é, em muitas ocasiões, superior ao permitido pela legislação.

Confira os detalhes dessa história nas três partes abaixo.

Parte 1 - Um mundo de fios

Durante o ano, diversos incêndios ocorreram nos postes de energia elétrica em Nova Friburgo, Região Serrana do Rio de Janeiro. Como consequência, moradores de diversas localidades chegaram a ficar até oito horas sem luz, telefone e internet. Do lado das empresas ocupantes desses postes, restaram prejuízos.

Entenda mais na primeira parte da reportagem.

Parte 2 - Como funciona a ocupação dos espaços nos postes

Não é de hoje que o emaranhado de fios e cabos espalhados pelos postes da cidade provocam incidentes. O problema é antigo. Mas como funciona o aluguel dos espaços dos postes? Existe alguma regra específica para esse uso compartilhado? Essas normas são realmente seguidas?

Confira essas e outras informações na segunda parte.

Parte 3 - Como solucionar o problema

Cerca de 23 mil postes e um emaranhado de cabos e fios espalhados. Friburguenses insatisfeitos com os incidentes, empresas ocupantes querendo reverter o problema e concessionária negando irregularidades. E a última pergunta é: qual é a melhor saída para resolver a situação? Uma lei estadual foi aprovada e uma lei municipal já existe tratando sobre o tema, mas apenas quanto à poluição visual, o que não resolve a questão da segurança.

Confira na última parte da reportagem especial.


É proibida a reprodução total ou parcial dos conteúdos do Portal Multiplix, por qualquer meio, salvo prévia autorização por escrito.