MENU

Portal Multiplix

Fale Conosco

(22) 3512-2020

Anuncie

Contato comercial

Trabalhe conosco

Vagas disponíveis

A cada dia, desaparecem 36 campos de futebol da vegetação da Mata Atlântica

No dia da floresta, relatório aponta para a urgência de preservar um dos biomas mais ricos do mundo

Por Paula Winter
27/05/21 - 15:43
A cada dia, desaparecem 36 campos de futebol da vegetação da Mata Atlântica Vista da Mata Atlântica cobrindo a serra de Cachoeiras de Macacu | Foto: Reprodução/Portal Multiplix

O desmatamento de Mata Atlântica aumentou 27,2% nos anos de 2018 e 2019. Foram 14.502 hectares devastados, o que equivale a 14 mil campos de futebol. Os dados são do Atlas Mata Atlântica, elaborado pela Fundação SOS Mata Atlântica e pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). O documento foi lançado nessa quarta-feira, 26. Nesta quinta, 27, é celebrado o dia do bioma.

Esta é a maior área desmatada desde 2016. Em 2019 e 2020, houve queda no desmate, contabilizando 13.053 hectares desflorestados. Apesar de uma redução em relação ao período citado (2018/2019), o valor representa um crescimento de 14% quando comparamos com 2017/2018, quando foi registrado o menor valor da série histórica.

Em termos comparativos, 36 campos de futebol cobertos com a vegetação nativa desaparecem a cada dia.

Os três estados que mais desmataram no período 2019/2020 são: Minas Gerais, Bahia, Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul.

Ainda segundo os dados do Atlas Mata Atlântica, no Rio de Janeiro o desmatamento mais do que dobrou, registrando aumento de 106%. A área desmatada passou de 44 para 91 hectares.

A maior parte do corte da mata ocorre de forma ilegal, sem o parecer da Lei da Mata Atlântica (11.428/2006), segundo a SOS.

A fundação aponta a ocupação agrícola como principal vetor do desmatamento na maior parte do país. Já em locais como o Rio de Janeiro, avalia que a pressão está no entorno das áreas metropolitanas e litoral, acontecendo principalmente devido à expansão imobiliária e o turismo.

Denúncias

O Linha Verde, programa do Disque Denúncia do Rio de Janeiro, é exclusivo para recebimento de informações sobre crimes ambientais.

O programa solicita que a população denuncie ilícitos ambientais em todo o território fluminense por meio dos telefones 0300 253 1177 (interior, custo de ligação local), 2253 1177 (capital), através do aplicativo “Disque Denúncia RJ” ou pela página do Facebook.

Dia da Mata Atlântica

O Dia Nacional da Mata Atlântica foi instituído através do decreto presidencial de 21 de setembro de 1999. A escolha do dia 27 de maio é uma homenagem a “Carta de São Vicente”, escrita pelo padre Anchieta, retratando as belezas das florestas tropicais do Brasil, no ano de 1560.

O objetivo é conscientizar a população sobre a importância da conservação do bioma e as consequências catastróficas do desmatamento.

De acordo com os dados da Fundação SOS Mata Atlântica, a floresta abrange cerca de 15% do território nacional, em 17 estados. É o lar de 72% dos brasileiros e concentra 70% do PIB nacional.

Concentra mais de duas mil espécies de animais e cerca de 20 mil espécies vegetais.

Serviços essenciais como abastecimento de água, regulação do clima, agricultura, pesca, energia elétrica e turismo dependem dela.

Atualmente, restam apenas 12,4% da floresta que existia originalmente.

Veja outras notícias das Regiões Serrana e dos Lagos do Rio no Portal Multiplix.


É proibida a reprodução total ou parcial dos conteúdos do Portal Multiplix, por qualquer meio, salvo prévia autorização por escrito.
TV Multiplix
TV Multiplix Comunicado de manutenção TV Multiplix Comunicado de manutenção
A TV Multiplix conta com conteúdos exclusivos sobre o interior do estado do Rio de Janeiro. São filmes, séries, reportagens, programas e muito mais, para assistir quando e onde quiser.