Seleção dá adeus a Teresópolis rumo à final da Copa América neste domingo

Confronto decisivo acontece a partir das 17h, no Maracanã. Time brasileiro busca nona taça do torneio

Por Matheus Oliveira
05/07/19 - 17:38
Seleção dá adeus a Teresópolis rumo à final da Copa América neste domingo Brasil tenta repetir o feito da primeira fase e vencer o Peru na decisão da Copa América | Foto: Pedro Martins/MoWA Press

“Domingo, eu vou ao Maracanã...” A tradicional música do intérprete Neguinho da Beija-Flor, tão cantada pela torcida carioca, reflete o clima da seleção brasileira para a final da Copa América, que acontece neste domingo, às 17h, diante do Peru, no principal estádio do país. O Brasil tem a chance de conquistar a Copa América pela nona vez.

Estreante no palco da final como treinador do time brasileiro, o técnico Tite aposta na defesa, formada por Marquinhos e Thiago Silva e que ainda não sofreu gols nesta edição do torneio. Além disso, o bom momento do goleiro Alisson, campeão da Liga dos Campeões da Europa com Liverpool, da Inglaterra, é outro ponto a favor do Brasil.

A esperança de gols dos torcedores recai no trio ofensivo Everton, Roberto Firmino e Gabriel Jesus que ganharam entrosamento durante a Copa América. Juntos, eles marcaram cinco dos dez gols brasileiros no torneio.

A seleção brasileira iniciou e terminou a preparação para a competição continental no território teresopolitano. Para a grande decisão, a escolha por Teresópolis deu-se pela garantia de maior privacidade para os treinos, além de os jogadores não precisarem se deslocar tanto.

Em sua campanha na competição, a seleção venceu a Bolívia, empatou com a Venezuela e goleou os peruanos na primeira fase. Nas quartas de final, a equipe não marcou e contou com a estrela de Alisson para garantir a passagem para a semifinal, para duelar contra a arquirrival Argentina. No duelo, 2 a 0 e passagem para o Maracanã garantida.

O Brasil deve entrar em campo com Alisson, Daniel Alves, Marquinhos, Thiago Silva e Filipe Luís; Casemiro, Arthur e Philippe Coutinho; Everton, Gabriel Jesus e Roberto Firmino.

Peru

A seleção peruana chega embalada para a final após eliminar dois favoritos ao título na fase decisiva: Uruguai, nos pênaltis, nas quartas de final, e Chile, derrotado por 3 a 0, na semifinal. Antes disso, a equipe comandada pelo argentino Ricardo Gareca empatou com a Venezuela, venceu a Bolívia e foi goleado pelo Brasil.

A equipe alvirrubra pode se tornar, de forma isolada, a quarta equipe com mais títulos na competição, já que levantou a taça em 1939 e 1975. Atualmente, a seleção peruana está empatada com Chile e Paraguai.

O Peru entra em campo com: Gallese, Advíncula, Zambrano, Abram e Trauco; Tapia, Yotún e Cueva; Carrilo, Flores e Guerrero.