MENU

Portal Multiplix

PIB cresce 7,7% do segundo para o terceiro trimestre deste ano, diz IBGE

Entretanto, houve recuo de 3,9% em relação ao terceiro trimestre de 2019

Por Redação Multiplix
03/12/20 - 14:40
PIB cresce 7,7% do segundo para o terceiro trimestre deste ano, diz IBGE Apesar do crescimento, economia brasileira não recuperou perdas ocasionadas pela pandemia | Foto: Banco de Imagem

O Produto Interno Bruto (PIB), que é a soma dos bens e serviços finais produzidos no país, cresceu 7,7% no terceiro trimestre, em relação ao trimestre anterior, de acordo com os dados divulgados nesta quinta-feira, dia 3 de dezembro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE),

De acordo com o IBGE, essa é a maior variação desde o início da série em 1996, mas ainda insuficiente para recuperar as perdas provocadas pela pandemia.

Na comparação com o mesmo trimestre de 2019, o PIB apresentou recuo de 3,9% e, em valores correntes, chegou a R$ 1,891 trilhão.

Desse valor, R$ 1,627 trilhão em Valor Adicionado a Preços Básicos e R$ 264,1 bilhões em Impostos sobre Produtos Líquidos de Subsídios.

O resultado indicou ainda que a economia do país se encontra no mesmo patamar de 2017, com uma perda acumulada de 5% de janeiro a setembro, em relação ao mesmo período de 2019.

Para a coordenadora de Contas Nacionais do IBGE, Rebeca Palis, o crescimento ocorreu sobre uma base muito baixa, quando o país estava no auge da pandemia no segundo trimestre.

“Houve uma recuperação no terceiro, contra o segundo trimestre, mas se olharmos a taxa interanual, a queda é de 3,9% e no acumulado do ano ainda estamos caindo, tanto a Indústria quanto os Serviços. A Agropecuária é a única que está crescendo no ano, muito puxada pela soja, que é a nossa maior lavoura”, disse.

No terceiro trimestre, a Indústria cresceu 14,8% e os Serviços subiram 6,3%. Já a Agropecuária registrou queda de 0,5%. De acordo com o IBGE, a expansão do PIB no período foi causada principalmente pelo desempenho da Indústria, com destaque para o crescimento de 23,7% no setor de Transformação.

Eletricidade e gás, água, esgoto, atividades de gestão de resíduos também cresceram (8,5%), como a Construção (5,6%) e as Indústrias extrativas (2,5%).

“Olhando pela ótica produtiva, o destaque foi a Indústria de Transformação, até pelo fato de ter caído bastante no segundo trimestre (-19,1%), com as restrições de funcionamento. A Indústria cresceu como um todo 14,8%, e a de Transformação 23,7%, mas voltamos ao patamar do primeiro trimestre”, observou Rebeca.

O setor de Serviços, que foi destaque no resultado e tem o maior peso na economia, registrou alta em todos os segmentos:

  • Comércio (15,9%)
  • Transporte, armazenagem e correio (12,5%)
  • Outras atividades de serviços (7,8%), Informação e comunicação (3,1%)
  • Administração, defesa, saúde e educação pública e seguridade social (2,5%)
  • Atividades financeiras, de seguros e serviços relacionados (1,5%)
  • Atividades imobiliárias (1,1%).

A variação negativa de 0,5% na Agricultura foi consequência de um ajuste de safra.

“O destaque é o crescimento de 2,4% no acumulado do ano, ante uma queda de 5,1% da Indústria e 5,3% dos Serviços”, informou o IBGE.

Consumo das famílias

Rebeca observou ainda que o consumo das famílias (65%), o que mais pesa pela ótica da despesa, teve expansão de 7,6%. Resultado que é muito parecido com o do PIB.

O indicador havia caído 11,3% no segundo trimestre, mas no terceiro, o consumo de bens subiu bastante, especialmente, bens duráveis e bens alimentícios da cadeia agroalimentar.

“O consumo de serviços teve crescimento, mas foi bem menor do que a queda anterior, pois as famílias não voltaram a consumir no patamar anterior à pandemia”, indicou.

Investimentos

Os investimentos (Formação Bruta de Capital Fixo) subiram 11%, mas neste caso também, o desempenho está relacionado à base de comparação com o segundo trimestre em que havia caído 16,5%.

Veja outras notícias da Região Serrana do Rio no Portal Multiplix.


É proibida a reprodução total ou parcial dos conteúdos do Portal Multiplix, por qualquer meio, salvo prévia autorização por escrito.
TV Multiplix
TV Multiplix Comunicado de manutenção TV Multiplix Comunicado de manutenção
A TV Multiplix conta com conteúdos exclusivos sobre o interior do estado do Rio de Janeiro. São filmes, séries, reportagens, programas e muito mais, para assistir quando e onde quiser.