MENU

Portal Multiplix

Fale Conosco

(22) 3512-2020

Anuncie

Contato comercial

Trabalhe conosco

Vagas disponíveis

Protesto pede reabertura do comércio e flexibilização de decreto em Friburgo; prefeitura responde

Manifestação reuniu dezenas de pessoas ontem, 29, no Centro. Outro ato está previsto para esta terça-feira

Por Redação Multiplix
30/03/21 - 13:37 | Atualizada em 30/03/21 - 14:36

Manifestantes protestaram na noite de segunda, 29, contra o fechamento do comércio e de serviços considerados não essenciais em Nova Friburgo, na Região Serrana do Rio. Dezenas de pessoas marcharam da praça Dermeval Barbosa Moreira, no Centro, em direção à prefeitura.

Durante a manifestação, que foi pacífica, os manifestantes gritavam “queremos trabalhar” e a maioria usava máscara. Equipes policiais do 11ºBPM acompanharam o grupo. Não houve ocorrências a cargo do batalhão no local.

O objetivo principal é pressionar para que todo o comércio seja classificado como essencial e que outros estabelecimentos possam reabrir, flexibilizando as medidas em vigor na cidade.

Desde o dia 26 de março, o município está sob as regras de decreto nº 939/2021 editado pelo Executivo municipal, que endureceu as normas para controle da pandemia de Covid-19. Dentre elas, está o fechamento de estabelecimentos considerados não essenciais, a adoção de toque de recolher das 21h às 5h nesta semana, entre outros.

“Não queremos briga. A gente aderiu à manifestação que surgiu nas redes porque a gente quer trabalhar. Teve lojista, grandes empresários e também funcionários. Foi bem bacana”, conta o empresário Maycon Aguiar, que participou do protesto.

Alexandre Borges, que é autônomo, explica que o movimento não tem uma organização clara, mas é orgânico, discutido por meio de grupos nos aplicativos WhatsApp e Telegram. “Criei um grupo de WhatsApp e divulguei entre pessoas conhecidas, mas agora tomou essa proporção. Tem dois grupos de WhatsApp e um de Telegram e já tem mais de 300 pessoas, com pautas diversas”, diz.

Mas, segundo Alexandre, o objetivo principal é que o decreto municipal seja refeito para ficar mais alinhado com o do governo estadual e sem prejudicar os estabelecimentos. “O decreto do prefeito é muito mais restritivo do que a própria lei do estado. Ninguém se opõe às medidas sanitárias, mas simplesmente fechar, a gente não concorda”, explica.

Maycon Aguiar, que tem duas lojas em Nova Friburgo, afirma que teme uma prorrogação da determinação de fechamento do comércio e acabar indo à falência. Por isso, quer ser escutado pelo Executivo. “A gente quer ser ouvido pelo prefeito. Ontem, ele estava lá (na prefeitura), mas não apareceu. Mas uma hora ele vai ter que aparecer”, conclui.

Outra manifestação está sendo organizada para esta terça-feira, 30. O ato deve voltar a pedir mudanças no atual decreto municipal.

Prefeitura responde

A prefeitura esclareceu, em nota ao Portal Multiplix, que não recebeu os empresários pois encontrava-se em uma reunião virtual, mas que entende que toda manifestação é válida, e direito garantido na Constituição.

Entretanto, o Executivo prossegue afirmando que lamenta que o protesto ocorra nesse momento, “com aglomeração, quando a saúde de todo o Estado do Rio de Janeiro enfrenta um colapso, no qual mais de 700 pessoas esperam por um leito para terem a chance de lutar pela vida”.

Ainda segundo a prefeitura, o endurecimento das regras no município visa salvar vidas. “Este é o momento de nos unirmos e lutarmos pelo nosso bem mais precioso. É muito importante que todos colaborem”, finaliza a nota.

Veja outras notícias da Região Serrana do Rio no Portal Multiplix.


É proibida a reprodução total ou parcial dos conteúdos do Portal Multiplix, por qualquer meio, salvo prévia autorização por escrito.
TV Multiplix
TV Multiplix Comunicado de manutenção TV Multiplix Comunicado de manutenção
A TV Multiplix conta com conteúdos exclusivos sobre o interior do estado do Rio de Janeiro. São filmes, séries, reportagens, programas e muito mais, para assistir quando e onde quiser.