Que a verdade seja dita e compartilhada

Na era da informação a um clique, tomar cuidado com fake news é fundamental para saber usar bem a internet

Por Bernardo Fonseca
11/06/18 - 09:24
Que a verdade seja dita e compartilhada Fake News. | Banco de imagens

As notícias e informações falsas se tornaram uma verdadeira praga virtual. Afinal, quem é que nunca recebeu aquela imagem ou texto chamativo, em tom alarmante, e que no fim das contas não era verdadeiro? As chamadas fake news circulam pela web e pelos aplicativos de mensagem porque muita gente as compartilha sem checar a procedência.

Identificá-las pode não ser tão difícil. Confira as quatro dicas essenciais do Multiplix.

1) Conheça a fonte

Conteúdos sem assinatura são suspeitos, ainda mais quando de sites desconhecidos. Procurar uma fonte confiável, como portais e jornais de renome, é imprescindível. Buscar outra versão da notícia pode ajudar também. Na dúvida, é melhor suspeitar. Na internet, onde todo mundo publica o que e quando quer, o melhor é ser sempre cético.

2) Atenção ao conteúdo

Imagens de pessoas desaparecidas ou fotos de supostos ladrões com aquele texto sensacionalista: são muitas as táticas usadas por quem tenta enganar os outros ao criar histórias inverídicas. Cheque a fonte: se for confiável, dificilmente irá expor o indivíduo ou adotará uma abordagem alarmante.

3) Verifique a data

Muitas vezes, publicações antigas reaparecem como se fossem atuais e seguem sendo compartilhadas, por vezes apontando um problema ou situação já solucionado ou que não corresponda mais à realidade. Busque saber a data original da informação.

4) Recorra a sites que denunciam fake news

Buscar pelo título ou pela situação descrita em portais como boatos.org ou e-farsas.com pode resolver a situação rapidamente. Uma pesquisa no Google também pode ajudar. Na dúvida, não compartilhe.