Registros de estupro aumentam em cidades da Região Serrana em 2019

Caso de violência sexual contra jovem de Cordeiro ganhou repercussão nacional esta semana

Por Matheus Oliveira
25/07/19 - 14:25
Registros de estupro aumentam em cidades da Região Serrana em 2019 Polícia vem lidando com aumento no número de denúncias de casos de estupro | Foto: Reprodução/Portal Multiplix

A investigação de denúncia de estupro coletivo em Cordeiro, na Região Serrana do Rio, chamou a atenção dos moradores locais e ganhou repercussão nacional esta semana. O caso respalda dado do Instituto de Segurança Pública (ISP): os registros de estupro aumentaram no primeiro semestre deste ano em cidades da região.

Segundo dados do ISP, na área de atuação do 11º Batalhão de Polícia Militar (BPM), houve um total de 58 ocorrências de estupro no primeiro semestre deste ano, diante de 51 denúncias no mesmo período do ano passado.

O 11º BPM atua nas seguintes cidades: Nova Friburgo, Cantagalo, Duas Barras, Cordeiro, Macuco, Trajano, Madalena e Bom Jardim.

Já os casos registrados na 151ª DP (Nova Friburgo) também subiram se compararmos os anos de 2018 e 2019. De janeiro a junho de 2019, foram 35 registros de estupro. No ano passado, aconteceram 29 denúncias.

Já na 154ª DP (Cordeiro), os números seguiram na contramão e diminuíram quando se compara o primeiro semestre de 2018 e 2019. No ano passado foram feitos sete registros de denúncias de estupro contra quatro ocorrências neste ano.

No estado do Rio de Janeiro, de acordo com o Dossiê Mulher de 2019, o número de mulheres vítimas de estupro vem crescendo nos últimos dois anos. Foram 4.173 em 2017, enquanto em 2018, último ano com dado disponível, o número subiu para 4.543.

Para o porta voz do 11º BPM, major Mattos, as pessoas estão se sentindo mais encorajadas a denunciar, o que explica o aumento no número de registros. Ele explica ainda que os agentes policiais trabalham para prestar auxílio às vítimas de estupro.

A PM utiliza-se de um grupamento denominado “Guardiões da Vida”, o qual trabalha todo o aspecto da Lei Maria Penha bem como todo e qualquer ocorrência envolvendo mulheres. Existe assistência durante e após cometimento de crimes dessa natureza.

Major Mattos destaca ainda que denúncias podem ser feitas através do 190, direto na delegacia de polícia (DP) ou através do disque denúncia, pelo número (22) 2523-4590. Segundo o porta voz, toda e qualquer ocorrência tem seu fim com o registro na DP.

Caso em Cordeiro

O caso em Cordeiro ocorreu no dia 13 de julho quando, de acordo com a advogada da vítima, uma jovem de 22 anos foi a uma festa, no município vizinho de Cantagalo acompanhada de um amigo. No local, encontrou outro amigo que ofereceu bebida a ela. A jovem aceitou e, em seguida, começou a passar mal. Foi quando ela pediu para ir para casa e o homem se ofereceu para levá-la embora.

Ainda de acordo com a defesa, a jovem só lembra de ter acordado no dia seguinte, em casa, sem recordação do que aconteceu após ter deixado a festa. Cerca de uma semana depois, a menina soube, por meio de uma amiga, que havia um vídeo circulando na internet em que estaria sendo violentada por três rapazes.

De posse do vídeo, a jovem cordeirense foi até a 154ª DP (Cordeiro) e registou boletim de ocorrência (BO). Em seguida, ela foi encaminhada ao Hospital Municipal Raul Sertã, em Nova Friburgo, onde tomou medicamentos antivirais.

Dois dos três suspeitos já foram ouvidos pela polícia e alegam que a relação teria sido consensual. O caso permanece sob investigação.