Mindfulness: a meditação do momento

Prática estimula a ativação de partes do cérebro e promete um aumento da consciência sobre sentimentos e emoções

Por Priscila Franco
20/08/18 - 09:23
Mindfulness: a meditação do momento Prática de Mindfulness estimula a ativação de partes do cérebro e promete um aumento da consciência sobre sentimentos e emoções. | Foto: Banco de Imagem

Se você acha meditação um barato, mas é meio avesso às práticas budistas ou religiosas de maneira em geral, vai achar interessante o mindfulness. Trata-se de uma versão laica da técnica, que promete reduzir sintomas de ansiedade, estresse, depressão e melhorar a qualidade de vida de seus praticantes. Mindfulness, ou ativação total da mente, é o que buscam seus praticantes, usando técnicas que prometem ajudar a ampliar a atenção e a consciência sobre os acontecimentos em volta e as suas reações sobre eles.

Quer ver na prática? Então confira um pequeno exercício de mindfulness que você pode fazer em casa, três vezes ao dia, reservando 30 segundos para cada um dos passos:

1- Pare no meio de alguma atividade cotidiana. Traga a atenção para a sua respiração, nas sensações em volta do seu estômago, a maneira que ele infla quando inspira, sua volta à posição original quando expira.

2- Sinta as sensações corporais que ocorrem nesse momento, tensões musculares, dores, qualquer sensação, e não tente modificá-la, apenas tome nota de sua sensação.

3- Anote as sensações que você experiencia, por exemplo: “Estou agitado” ou “Há agitação”. Não tente modificá-las, aceite-as.

4- Traga a sua atenção ao corpo, às sensações e como você as está experienciando. Conecte-se com elas, sem julgar ou comentar, e apenas respire. Permita-se apenas estar e relaxar com qualquer coisa que esteja presente.

Fonte: https://www.iniciativamindfulness.com.br/oque

Não é papo de hippie, não...

Até parece papo de hippie, mas longe disso! A prática tem respaldo científico e a capacidade de até mesmo mudar a estrutura cerebral. A neurocientista Sara Lazar conduziu um estudo a respeito e concluiu, através de exames de ressonância magnética, que o mindfulness aumenta a massa cinzenta em regiões ligadas à memória, ao aprendizado e controle das emoções primárias.

O treinamento procura integrar mente e corpo, permitindo que as pessoas conduzam conscientemente como se sentem em relação às experiências vivenciadas no dia a dia. Para abraçá-lo é necessária uma boa dose de disciplina, porém. Seus benefícios já foram reconhecidos por profissionais de diferentes segmentos, entre médicos, advogados e cientistas, e sua abordagem já foi utilizada até mesmo para melhorar o desempenho de militares da Marinha americana.