Que virada! Frizão vence Maricá nos pênaltis e avança para a segunda fase da Copa Rio

Com gol nos acréscimos, Tricolor da Serra derrotou o rival por 3 a 2. Nos pênaltis, Luiz Felipe brilhou e o Frizão venceu por 4 a 2

Por Matheus Oliveira
09/08/18 - 12:02
Que virada! Frizão vence Maricá nos pênaltis e avança para a segunda fase da Copa Rio Lohan marcou dois gols na vitória do Friburguense sobre o Maricá. | Foto: Amanda Tinoco / Arquivo

Um teste para cardíaco! Com direito a virada e gol nos últimos minutos de jogo, o Friburguense venceu o Maricá por 3 a 2 no tempo normal, levou a decisão para os pênaltis, e avançou para a segunda fase da Copa Rio após triunfo por 4 a 2 nas penalidades máximas, em confronto disputado nesta quarta-feira, dia 1º de agosto, no estádio Eduardo Guinle.

Friburguense sofre gol-relâmpago e vai para o intervalo em desvantagem

Precisando vencer, o Friburguense iniciou a partida pressionando o Maricá, explorando as jogadas pelas laterais. Porém, quem marcou logo aos três minutos foi o Maricá: Pablo fez bela jogada, Luiz Felipe não segurou e Rodrigo completou para o gol, colocando o time visitante em vantagem.

Buscando a reação, o Tricolor da Serra adiantou a marcação e passou a finalizar mais. Aos 10 minutos, Jorge Luiz cobrou escanteio com perigo e Júlio César afastou a bola da área do Maricá. Na sequência, aos 12, Dedé fez grande jogada e passou para Lohan finalizar próximo à meta do arqueiro rival.

Aos 15 minutos, a pressão do Frizão fez efeito: Lohan recebeu dentro da área e finalizou sem chances para o goleiro Júlio César, deixando tudo igual. Entretanto, o Tricolor da Serra, mal teve tempo para comemorar, pois aos 19 minutos, Pablo cobrou falta e contou com desvio na barreira para colocar o time do Leste Fluminense em vantagem novamente: 2 a 1.

A equipe mandante passou a pressionar o Maricá, que se fechava para sair nos contra-ataques. Aos 26, Jorge Luiz invadiu e finalizou para fora, perdendo grande oportunidade. Na reta final do primeiro tempo, o Tricolor da Serra apostou nas jogadas aéreas e por pouco não empatou com Lohan. Apesar das chances criadas, o placar seguiu inalterado até o fim da etapa inicial.

Tricolor da Serra vira no fim e leva a decisão para os pênaltis

No segundo tempo, o Friburguense voltou impondo o ritmo, acelerando o jogo, abrindo as jogadas pelas laterais e arriscando chutes de fora da área. O Maricá por sua vez, se postava na defesa e buscava roubar a bola para sair em velocidade e surpreender o Frizão.

Aos 13 minutos, Jorge Luiz chutou forte e o goleiro Júlio César defendeu, evitando o empate tricolor. Aos 19 minutos, Gleysson foi derrubado na área e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, Lohan bateu à esquerda de Júlio César e deixou tudo igual no placar: 2 a 2.

Necessitando de um gol para levar a decisão para os pênaltis, o Tricolor da Serra foi para cima do Maricá, transformando a partida em um jogo de ataque contra defesa. O Frizão perdeu chances com Lohan e Gleysson, que o goleiro Júlio César evitou. Aos 45 minutos, na base da raça, veio a virada do Frizão: Jefinho aproveitou a sobra da zaga e de voleio, marcou o terceiro do time serrano, levando a decisão para os pênaltis.

Luiz Felipe brilha e Friburguense avança

Nas cobranças de pênaltis, o Friburguense venceu por 4 a 2 com Luiz Felipe, Jorge Luiz, Dedé e Gleisson acertaram as cobranças do Tricolor da Serra. Pelo lado do Maricá, Rodrigo e Guilherme marcaram, mas Pablo Tanque parou em Luiz Felipe e Pablo Luiz chutou para fora. Festa da torcida friburguense no Eduardo Guinle. Agora, o Friburguense enfrentará o Bangu na próxima fase da Copa Rio.