Vereadores de Nova Friburgo votam Orçamento de 2019 nesta terça-feira

O projeto tem previsão de receita de cerca R$ 568,2 milhões e sofreu reajuste de 1,8% em relação a este ano

Por Matheus Oliveira
11/12/18 - 13:17
Vereadores de Nova Friburgo votam Orçamento de 2019 nesta terça-feira Vereadores friburguense votarão LOA 2019 como um dos últimos atos realizados neste ano pelo Legislativo | Foto: Divulgação/Câmara de Nova Friburgo

A Câmara de Vereadores de Nova Friburgo vota nesta terça-feira, dia 11 de dezembro, a partir das 14h, na sede do Legislativo, o projeto de Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2019 enviado pela Prefeitura. O montante de receitas estimado é de cerca de R$ 568,2 milhões, passando por reajuste de 1,8% do INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) em relação ao valor de 2018, que foi de R$ 558 milhões.

A previsão é de investir 30,33% da arrecadação de impostos com a Educação ano que vem, índice acima do mínimo de 25% estabelecido na Constituição e 1,59% acima do que foi destinado para área em 2018. Na Saúde, o investimento será de 28,86% da receita de impostos, com alta de 0,97% em relação ao exercício atual.

A despesa fixada no orçamento terá o valor de R$ 399.706.478,61 e a com Seguridade Social soma R$ 168.497.417,39 milhões. Os custos com pessoal têm a previsão de R$195.988.433,80 milhões.

O presidente da Casa, vereador Alexandre Cruz (PPS), destacou a importância da votação, ressaltando que ela deverá ser votada na sessão desta tarde, e que os parlamentares poderão apresentar emendas ao texto original.

“Os vereadores sabem da importância de votarem o Orçamento para o exercício do próximo ano e acredito que esta previsão de receitas e despesas não irá mudar muito. Então, tenho a expectativa de uma aprovação tranquila”, disse.

Durante o mês de novembro, a população teve a oportunidade de participar de audiências públicas, conduzidas pela Comissão de Finanças e Orçamento da Câmara para discutir o orçamento municipal. Durante os encontros, os representantes do governo municipal esclareceram pontos sobre a execução do orçamento atual e detalharam os investimentos previstos na LOA 2019.

Na época, o secretário de Finanças, Sérvio Túlio, afirmou que “as receitas estão indo um pouco melhores e isso ajuda a cumprir o orçamento, mantendo a saúde das contas municipais e o pagamento dos servidores em dia”.