Menino Conrado segue em recuperação após cirurgias para corrigir problema no pé

Bebê friburguense, que nasceu com má formação na perna, realiza processo de fisioterapia nos Estados Unidos

Por Matheus Oliveira
26/02/19 - 13:40
Menino Conrado segue em recuperação após cirurgias para corrigir problema no pé Conrado vem evoluindo e surpreendendo os médicos que cuidam de sua recuperação | Foto: Reprodução/Redes Sociais

O bebê Conrado, de Nova Friburgo, segue sua rotina de recuperação nos Estados Unidos. Após dois meses de fisioterapia e duas cirurgias na perna direita, que já alongou 3 centímetros, o menino já está andando utilizando um sapato chamado shoelift, sem o andador.

Conrado nasceu com Hemimelia Fibular, doença rara causada pela ausência total ou parcial da fíbula, gerando uma má formação na perna, deixando uma mais curta que a outra. O braço direito do bebê também tem uma má formação.

O pequeno friburguense operou o pé direito em uma primeira cirurgia, realizada no dia 5 de dezembro, para acertar a perna e o pé. Na sequência, em 18 dezembro, ocorreu a segunda cirurgia para colocar o fixador no pé operado na primeira cirurgia.

A mãe do menino, Fernanda Diniz, em depoimento ao Portal Multiplix, revela detalhes da rotina de tratamento do Conrado.

“O Conrado está respondendo bem ao tratamento e, neste momento, temos mais duas semanas de fisioterapia e depois ele vai dar uma pausa nesta etapa do processo. Ele vai continuar com o fixador até completar seis meses da cirurgia, só que os apertos nos parafusos, o que faz com que o osso cresça, vão acabar na semana que vem. Nós ficamos muito felizes, pois já alcançamos a marca de três centímetros de crescimento na perna direita. Precisamos alcançar cinco, então é reta final desta etapa”, afirma Fernanda.

A mãe do garoto friburguense conta ainda como anda a rotina de Conrado nos últimos dias.

“Ele está sem dor, só de vez em quando chora um pouco porque tem dias que o aperto no fixador é maior, mas nesses dias a gente consegue controlar a dor com a aplicação de remédio. Ele faz de tudo aqui em casa: sobe as escadas, sobe no sofá sozinho e consegue até andar rápido com o fixador, além de estar se alimentando muito bem. Estamos muito agradecidos a Deus pelo tratamento dele estar correndo bem. Os médicos retiraram três peças do fixador para a gente não ter que ficar comprando sapato na perna esquerda com sola maior. Os profissionais que cuidam ajustaram o fixador, o que deixa a perna do mesmo tamanho da outra.”, declara.

Recuperação

No dia 24 de dezembro, o menino fez sua primeira sessão de fisioterapia, deixando os médicos animados com o resultado do processo, que, segundo os especialistas responsáveis pelo caso, vem sendo melhor do que o esperado.

Na época, por meio de suas redes sociais, os pais do menino, Vinicius Mafort e Fernanda Diniz, afirmaram que o agir de Deus, as orações e o carinho que Conrado recebe dos amigos vêm ajudando em sua recuperação.

Despesas

A família do garoto está em território estadunidense desde 1º de novembro do ano passado e deve ficar até abril no país para a conclusão do tratamento. Para conseguir realizar o processo, a família teve que desembolsar o valor de 150 mil dólares (R$ 600 mil reais). Para alcançar a cifra, os familiares e amigos realizaram diversas campanhas por toda a cidade de Nova Friburgo, além da realização de rifas, almoços e até um bazar em Olaria para arrecadar recursos. Os pais do menino seguem pedindo doações para ajudar no custeio das despesas enquanto permanecem nos Estados Unidos.