MENU

Fale Conosco

(22) 3512-2020

Anuncie

Contato comercial

Trabalhe conosco

Vagas disponíveis

"Dependemos para trabalhar", diz morador sobre ponte que precisa de manutenção em Lumiar

Com última reforma há cinco anos, estrutura que dá acesso a localidades está parcialmente interditada

Por Kessia Coutinho
20/02/24 - 15:07 | Atualizada em 21/02/24 - 10:23
"Dependemos para trabalhar", diz morador sobre ponte que precisa de manutenção em Lumiar Ponte do Encontro dos Rios está parcialmente interditada | Foto: Kessia Coutinho

A ponte do Encontro dos Rios, um dos pontos turísticos mais procurados, principalmente durante o verão, em Lumiar, no 5º distrito de Nova Friburgo, na Região Serrana do Rio, está parcialmente interditada por conta das más condições da estrutura.

No início deste mês, após denúncias de moradores, a Defesa Civil fez uma vistoria no local, que dá acesso às regiões de Toca da Onça e Aldeia Velha.

O resultado indicou que a estrutura precisa urgentemente de reparos. Veículos pesados, como caminhões e ônibus, foram proibidos de passar pela ponte.

Segundo a prefeitura, o material necessário para fazer a manutenção ainda não está disponível para que as obras comecem:

A Secretaria de Obras e a Subprefeitura de Lumiar estão aguardando a chegada de seis das dez vigas necessárias para realizar o reparo. Os pranchões já estão prontos e, tão logo o restante das vigas for entregue, os trabalhos serão iniciados para recuperação da ponte do Encontro dos Rios.

Ponte passou por reformas em 2019Ponte passou por reformas em 2019 | Foto: Raphael Pinheiro/Acervo

A restrição de trânsito segue no local, enquanto a construção não começa. A prefeitura pede a colaboração dos moradores para que respeitem as regras de interdição:

O acesso à ponte está proibido para veículos pesados. Uma sinalização foi instalada, porém, retirada por populares. Nesse sentido, a prefeitura solicita a compreensão de todos para que não retirem a sinalização, visando a segurança de todos que trafegam por ali.

Um morador da Toca da Onça, que preferiu não se identificar, falou com a reportagem sobre a situação do local. Segundo ele, a ponte foi reformada há cinco anos e, de lá pra cá, não houve mais nenhuma manutenção:

A ponte veio apodrecendo e está com as vigas muito podres. Depois de uma solicitação feita ao vereador Zezinho do Caminhão, a Defesa Civil analisou tudo e proibiu o caminhão de passar por lá. Mas, nós dependemos para trabalhar.

O morador explicou que o problema do acesso tem sido motivo de transtorno na região:

Tem até outro caminho que a gente consegue sair da Toca da Onça. Só que apenas 'carro alto' passa, e muito mal. 'Carro baixo' é muito difícil de passar. É uma estrada meio que abandonada, então já não costuma ter manutenção mesmo. Se a gente precisar de urgência, a gente não tem acesso. A estrada daqui já está abandonada e precária há muito tempo. Tem dono de pousada que está tendo vários prejuízos com os hóspedes. Estamos assim, isolados, né?

Ponte do Encontro dos Rios totalmente abandonada Ponte do Encontro dos Rios totalmente abandonada | Foto: Kessia Coutinho

O morador informou também que até as aulas das crianças estão sendo afetadas:

As vans escolares não estão vindo buscar as crianças. A Secretaria de Educação não permitiu que as vans passem por ali, então, minha filha e outras crianças estão sem estudar.

A reportagem entrou em contato novamente com a prefeitura para ter uma resposta sobre esse assunto e o Executivo informou que o serviço não foi interrompido:

A Secretaria Municipal de Educação esclarece que o serviço de transporte atende a um número muito pequeno de crianças que moram naquela região. A orientação durante esse período de interdição de tráfego de veículos pesados na ponte do Encontro dos Rios é que os pais, por medida de segurança, façam baldeação com as crianças que pegam a van escolar, do outro lado da ponte.

Pregos expostos e madeira podre na ponte do Encontro dos RiosPregos expostos e madeira podre na ponte do Encontro dos Rios | Foto: Kessia Coutinho

Em 2019, a ponte passou por reformas para a substituição das vigas e dos 200 pranchões de madeira que apresentavam rachaduras em sua estrutura. Na época, a obra custou cerca de R$ 36.298.

Receba as notícias das regiões Serrana e dos Lagos no Rio direto no WhatsApp. Clique aqui e inscreva-se no nosso canal!


É proibida a reprodução total ou parcial dos conteúdos do Portal Multiplix, por qualquer meio, salvo prévia autorização por escrito.
TV Multiplix
TV Multiplix Comunicado de manutenção TV Multiplix Comunicado de manutenção
A TV Multiplix conta com conteúdos exclusivos sobre o interior do estado do Rio de Janeiro. São filmes, séries, reportagens, programas e muito mais, para assistir quando e onde quiser.