MENU

Portal Multiplix

Fale Conosco

(22) 3512-2020

Anuncie

Contato comercial

Trabalhe conosco

Vagas disponíveis

Após tocarem trombetas por nove dias, homens deixam o cume do Dedo de Deus

Dupla foi levada ao local por um helicóptero sem autorização de voo e acampou de forma irregular na montanha, segundo ICMBio

Por Kessia Coutinho
13/09/21 - 15:50

Os dois homens que foram deixados por um helicóptero, de maneira irregular, no cume do Dedo de Deus, na Região Serrana do Rio, no último dia 2 de setembro, já deixaram a montanha. A informação foi confirmada ao Portal Multiplix pelo Corpo de Bombeiros e pelo Parque Nacional da Serra dos Órgãos (Parnaso).

"O grupo desceu da montanha na última sexta-feira, 10, com escaladores contratados de fora do município de Teresópolis, que também entraram no parque de forma ilegal", disse o tenente-coronel Araújo, comandante do 16° GBM (Grupamento de Bombeiro Militar). 

Segundo o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), que administra o Parnaso, o voo do helicóptero tripulado sobre o parque, não tinha autorização. O instituto também disse que ainda não foi possível identificar a aeronave nem o piloto.

Todas as provas materiais estão sendo colhidas e os dois homens que permaneceram no alto do Dedo de Deus já foram identificados, de acordo com o ICMBio.

No cume da montanha, foram montadas barracas de acampamento. Um vídeo gravado por um drone mostra os homens vestindo camisas com os dizeres "Exército de Cristo" e tocando trombetas para o céu.

Durante a ocorrência, não houve intervenção das autoridades competentes já que a operação seria de grave risco. No entanto, houve o suporte do Corpo de Bombeiros, que ficou à disposição para apoio com militares especialistas em salvamento em montanha, do ICMBio e do Ministério Público Federal (MPF) no intuito de organizar respostas em caso de incidentes, o que não ocorreu.

Pena para os autores

O ICMBio informou que o descumprimento das regras do Plano de Manejo em Unidades de Conservação Federais é uma infração administrativa, prevista no artigo 90 do Decreto Federal n° 6.514/08 com pena de multa de R$ 500,00 a R$ 10.000,00. 

A autuação será feita pelo instituto, e agora o trabalho é identificar o piloto do helicóptero e se houve outras pessoas envolvidas no caso.

O ICMBio pede que as pessoas que tenham informações, auxiliem nas investigações e enviem um email para: icmbioteresopolis@icmbio.gov.br. O sigilo é garantido, segundo o instituto.

Veja outras notícias da Região Serrana do Rio no Portal Multiplix.


É proibida a reprodução total ou parcial dos conteúdos do Portal Multiplix, por qualquer meio, salvo prévia autorização por escrito.
TV Multiplix
TV Multiplix Comunicado de manutenção TV Multiplix Comunicado de manutenção
A TV Multiplix conta com conteúdos exclusivos sobre o interior do estado do Rio de Janeiro. São filmes, séries, reportagens, programas e muito mais, para assistir quando e onde quiser.