MENU

Portal Multiplix

O retorno às aulas, seus medos e alegrias

Por Hamilton Werneck
11/01/21 - 11:07

Não cause medo e espanto aos alunos. O primeiro gesto do professor será o de acolhida, este necessário ombreamento para que todos, no retorno, sintam-se em casa, novamente.

Seria danoso e um grande causador de medo, neste momento crucial, falar em aceleração do aprendizado, que houve um tempo perdido a ser recuperado e que eles precisam evitar as reprovações que continuam valendo em todas as escolas. Professor, professora, não faça isso! Além de não solucionar o problema, vocês estariam usando um binômio perverso que é o aprovar-reprovar. Usem outro binômio mais moderno: ensinar-aprender. Este reduz o medo.

Garanta que eles terão recuperação, que aprenderão o necessário e que o tempo dilatado de dois anos escolares facilitará todo o trabalho acadêmico. Para lograr êxito, há algumas estratégias a serem observadas e colocadas em prática: já falei da acolhida. Após esta etapa, é necessária uma avaliação diagnóstica para saber o que os alunos aprenderam ou não aprenderam. Não se trata de diagnosticar para reprovar. A partir dessa diagnose é possível traçar metas para as aulas presenciais ou híbridas. Vocês, professores, terão ajuda entre alunos e colegas de magistério. Os alunos que assimilaram mais os conteúdos poderão ajudá-los nas salas de aula, como monitores indicados por vocês.

Seus colegas, diante da observação dos conteúdos na linha horizontal, poderão encontrar assuntos a serem tratados por dois professores. Ganhem tempo. Bastaria este assunto ser tratado por um dos profissionais, contanto que um colega confie no outro. Exemplo: um professor de geografia e, o outro, de ciências têm em seus programas paisagens clímato-botânicas. Bastaria um dos profissionais tratar deste assunto. Assim, ganhando tempo e proporcionando aos alunos mais bem situados diante do aprendizado, a oportunidade de ajudar aos demais colegas, o ano escolar pós-pandemia, será muito bem trabalhado.

Além disso, as escolas poderão fazer recuperações à distância conjugadas com as aulas presenciais. Havendo possibilidade desse tipo de comunicação, o tempo integral poderá ser cumprido, de imediato, sem a necessária ampliação da rede física das escolas.

O que caberá aos governos e às escolas? Manter a formação continuada dos professores para continuar enfrentando este novo tempo. Há uma parte na solução dos problemas que cabe a cada um de nós. Levar a internet até a divisa do município é obrigação dos gestores, mas aprender a ministrar aulas à distância é obrigação nossa. Portanto, reinventar-se tornou-se uma necessidade e uma solução.

Por fim, surge a questão da alegria. Ela será facilitada se cada profissional da educação, sempre incansável, refletir sobre o conceito de trabalho. Abandone o conceito latino de trabalho que tem origem num instrumento de tortura do império romano, o tripalium . Este instrumento era usado para esquartejar os corpos dos condenados. Quem pensa assim, jamais sairá de casa para a escola esperando encontrar a felicidade. Volte aos gregos, onde o conceito de trabalho era a poiésis, cujo significado é a realização pessoal. Quem sair de sua casa para a escola, buscando a realização pessoal, certamente será muito mais feliz que outro colega com o pensamento fixado num instrumento de tortura.

Chegando ao final deste artigo, tenho a comunicar aos leitores e leitoras que o meu íntimo está regado pela serotonina, minha felicidade é muito grande, pela esperança que tenho, sobre o bem que este artigo poderá fazer. Ele foi escrito dentro da concepção da POIÉSIS!


O Portal Multiplix não endossa, aprova ou reprova as opiniões e posições expressadas nas colunas. Os textos publicados são de exclusiva responsabilidade de seus autores independentes.

TV Multiplix
TV Multiplix Comunicado de manutenção TV Multiplix Comunicado de manutenção
A TV Multiplix conta com conteúdos exclusivos sobre o interior do estado do Rio de Janeiro. São filmes, séries, reportagens, programas e muito mais, para assistir quando e onde quiser.