Estradas da região terão esquemas especiais de trânsito durante o Carnaval

RJ-116, BR-116 e RJ-124 devem ter fluxo intenso de veículos durante o período de folia. Motoristas devem redobrar a atenção

Por Sara Schuabb
28/02/19 - 15:33
Estradas da região terão esquemas especiais de trânsito durante o Carnaval Neste período de festa a atenção deve ser redobrada, pois o número de acidentes aumenta | Foto: Reprodução/Portal Multiplix

O movimento das estradas, como em todo ano, aumenta com o feriado do Carnaval e, com isso a atenção dos motoristas deve ser redobrada para evitar acidentes. A Rodovia RJ 116, que liga Itaboraí, Nova Friburgo e Macuco, a Rodovia Santos Dumont – BR 116, que liga a cidade do Rio de Janeiro à Região Serrana, e a RJ 124 – a Via Lagos, que faz conexão de Rio Bonito com a Região dos Lagos, darão início na tarde desta sexta-feira, 1º de março, até a quarta-feira de cinzas, 6 de março, a operações especiais para assegurar maior tranquilidade e menos acidentes nas viagens.

RJ 116 – Rodovia que liga Itaboraí, Nova Friburgo e Macuco

De acordo com a concessionária Rota 116, neste período de festa devem circular cerca de 110 mil veículos pelos 140 quilômetros de estrada que ligam Itaboraí, Nova Friburgo e Macuco.

E, a partir das 12h desta sexta-feira, 1º de março, até a quarta-feira de cinzas, no dia 6 de março, será montado um esquema de atendimento com um efetivo operacional de plantão 24h, com caminhões guincho, ambulâncias de resgate, veículos de inspeção rodoviária, frota de combate a incêndios e captura de animais, além da circulação de equipes em direção a municípios da Região Serrana e Centro Oeste do Estrada.

Pedágios – A tarifa nas quatro praças de pedágio é de R$ 5,80 para carros de passeio, R$ 11,60 para veículos de dois eixos com rodagem dupla e R$ 23,20 para autos de três a seis eixos nos dois sentidos das pistas. Para os de sete eixos ou mais, o valor será de R$ 5,80 por eixo.

Motocicletas são isentas da tarifa. Há praças de pedágios na Rodovia no quilômetro 1,9 em Itaboraí; no quilômetro 48,8 em Cachoeiras de Macacu; no quilômetro 90,3 em Nova Friburgo e no quilômetro 122,3, no município de Cordeiro.

Veja também:

BR 116/RJ – Rodovia que liga Rio de Janeiro à Região Serrana

Segundo a Concessionária Rio-Teresópolis (CRT), a Rodovia Santos Dumont, a BR-116/RJ, no período de Carnaval, deve receber cerca de 200 mil veículos. Todas as obras com interferência no tráfego serão suspensas durante o feriado.

Para o aumento de movimento no período será disponibilizado um efetivo de plantão nos 142,5 quilômetros da rodovia com sete guinchos, seis viaturas, quatro carros resgates e uma UTI móvel.

Para atendimentos de emergência, as solicitações devem ser feitas pelos telefones 0800-0210278 e 0800-0210279 (deficientes auditivos e de fala).

Pedágio - A tarifa para carros de passeio na praça principal em Bongaba (km-133,5) é de R$ 19,30 e R$ 13,50 nas auxiliares de Santo Aleixo (km-114) e Santa Guilhermina (km-122). Veículos pesados têm o valor da tarifa multiplicado pelo número de eixos em utilização. Motocicletas pagam R$ 9,65 na praça principal e R$ 6,75, nas auxiliares.

RJ 124– Rodovia que liga Rio Bonito a Região dos Lagos

De acordo com a concessionária CCR ViaLagos, da RJ-124 - a rodovia da Região dos Lagos, que dispõe de 57 quilômetros de extensão, ligando Rio Bonito a São Pedro da Aldeia, cerca de 450 mil veículos devem passar pela rodovia durante 13 dias de operação, sendo o sábado, 2 de março, o dia de maior fluxo no sentido Região dos Lagos, com expectativa de passagem de 45 mil veículos.

A concessionária disponibilizará equipes reforçada do SOS Usuário Médico, de mecânicos e de guincho, que atuarão 24 horas de plantão.

Segundo a concessionária que administra o trecho, a rodovia está operando com seis câmeras de monitoramento de tráfego ao longo da via e três bases de atendimento ao usuário, que contam com equipes e viaturas: duas localizadas no sentido Região dos Lagos, nos quilômetros 21,5 (Rio Bonito – ao lado da praça de pedágio) e 40,5 (Araruama); e uma no sentido Rio de Janeiro, no quilômetro 56 (São Pedro da Aldeia).

A movimentação de retorno começa na terça-feira , 5 de março, com expectativa de passagem de aproximadamente 33 mil veículos. E o dia de maior fluxo de volta ao Rio de Janeiro deverá ser na quarta-feira de cinzas, 6 de março, quando são esperados 39 mil veículos.

Em caso de emergência na RJ 124, o motorista deve parar no acostamento, ligar o pisca - alerta e aguardar o socorro da CCR ViaLagos ou ligar no 0800 7020124, que conta também com Central de Atendimento ao Deficiente Auditivo 0800 022 0130.

Pedágios - Veículo de passeio nos sentidos Região dos Lagos e Rio de Janeiro, R$ 12; Veículos comerciais, por eixo R$ 12; moto R$ 6. Fins de semana e feriados nacionais – veículos de passeio e comerciais R$ 20; moto R$ 10.

Cuidados na Pista

Para evitar acidentes nas rodovias, as concessionárias estão fazendo campanhas de alerta para que os motoristas não façam uso de bebida alcoólica e obedeçam às sinalizações e limites de velocidade das estradas.

“Embora todos saibam que é proibido misturar bebida com direção, é importante reafirmar sempre esse princípio”, afirma Edyano Bittencourt, superintendente geral da Concessionária Rota 116.

Além disso, também é recomendável que o motorista, antes de viajar, verifique as condições gerais do veículo, como as lanternas e faróis, calibragem dos pneus, filtro de ar e os níveis de água e óleo do motor e também o de combustível.

Na RJ 116, os motoristas também devem estar alertas aos trechos sinalizados onde ocorrem travessias de animais silvestres