MENU

Portal Multiplix

Festa Literária de Madalena pode entrar no calendário de eventos do estado do Rio

Evento chegou à décima edição em 2019 e, com o reconhecimento do governo estadual, pode passar a receber incentivos financeiros

Por Luisa Machado
12/12/19 - 09:00
Festa Literária de Madalena pode entrar no calendário de eventos do estado do Rio Lei coloca a Festa Literária de Madalena no calendário de eventos do Rio | Foto: Reprodução/Portal Multiplix

O município de Santa Maria Madalena, na Região Serrana do Rio, está prestes a receber um incentivo, por meio da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), que pode trazer bons frutos para o turismo da cidade.

O projeto de lei de autoria do ex-deputado estadual, Wanderson Nogueira (PDT), foi aprovado no dia 5 de dezembro e traz o reconhecimento, por parte do Governo do Estado, da Festa Literária de Madalena (Flim).

“Colocá-la como destaque no calendário faz com que Madalena seja mais visualizada, incrementando o turismo. Possibilita que os próprios organizadores possam buscar recursos do fundo de cultura do estado. Ter uma lei a seu favor é um forte argumento para que possa buscar investimentos”, comenta o autor da lei.

A festa chegou à décima edição no último final de semana de agosto deste ano e, desde a primeira edição, em 2010, oferece palestras, oficinas, exposições de arte, lançamentos de obras literárias e muitas outras atrações culturais durante três dias de evento.

A cada ano, um escritor nacional é escolhido pra ser o homenageado da edição. Já receberam o título autores como Maria Clara Machado, Clarice Lispector e Mário Quintana. Em 2019, a homenageada da Flim foi Nélida Piñon.

Além disso, para acontecer, a festa conta com a participação do poder público, da sociedade civil, dos comerciantes e de profissionais dos mais diversos setores da cidade, como conta o escritor e servidor municipal, Nestor Lopes.

“Essa junção de forças resulta nesse grande acontecimento que é a Flim. A festa dá oportunidade para que artistas ganhem espaço e visibilidade para apresentarem suas criações. Consegue mobilizar todas as ações destinadas a valorizar a cultura madalenense”, diz.

Ainda segundo Nestor, com o reconhecimento do evento por parte do Governo do Estado, a tendência é de que a festa melhore cada vez mais.

“Quando a Alerj toma a iniciativa de aprovar a inclusão da Flim no calendário de grandes eventos do estado, é uma forma de oficializar esse, que é um dos maiores eventos literários da nossa Região Serrana”, finaliza.

O projeto foi enviado para o governador Wilson Witzel, que tem até o dia 20 de dezembro para sancionar ou vetar.