Espaço cultural em Teresópolis oferece aulas de música gratuitas

Centro Cultural Bernardo Monteverde também abriga acervo com cerca de cinco mil livros

Por Sara Schuabb
25/03/19 - 10:05
Espaço cultural em Teresópolis oferece aulas de música gratuitas O Centro Cultural Bernardo Monteverde abriga acervos da história da construção civil e a escola municipal de música | Foto: Divulgação/Centro Cultural Bernardo Monteverde

Vasta literatura, aulas de música gratuitas e acervos significativos da história da construção civil no Brasil agregam o Centro Cultural Bernardo Monteverde, em Teresópolis, Região Serrana do Rio de Janeiro. O espaço foi doado à prefeitura em 1994 pelo empresário Bernardo Monteverde, com o propósito de perpetuar seu legado humanista.

O centro dispõe de uma biblioteca com cerca de cinco mil volumes de literatura brasileira e estrangeira, teatro, poesia, enciclopédias, obras de referência e livros didáticos, e, também disponibiliza, diariamente, jornais de maior circulação no Rio de Janeiro.

Em suas instalações, o visitante pode conhecer uma exposição sobre sua história, trajetória, com acervos pessoais, como coleções de óculos e relógios, diplomas e benfeitorias na área da construção civil de Bernardo.

Desde 2016 o Centro Cultural abriga a Escola Municipal de Música - o Polo Avançado da Escola de Música Villa-Lobos. Com cerca de 100 alunos, nove professores, com cursos gratuitos de Musicalização Infantil, Módulo I (Iniciação Musical), Módulo II (Formação em Música) e Módulo III (Capacitação Profissional em Música). E ainda oferece cursos livres de violão.

Bernardo Monteverde (1912 – 1997)

Acervo de objetos pessoais de Bernardo MonteverdeAcervo de objetos pessoais de Bernardo Monteverde | Foto: Divulgação/Memorial Bernardo Monteverde

Bernardo Monteverde, filho de imigrantes europeus, nasceu em 1912 em Santa Catarina e, ainda criança, foi para o Rio de Janeiro. Sua biografia foi marcada pela persistência e pioneirismo e se consolidou como empresário consagrado na área de construção civil. Filantropo e humanista, também patrocinou vários projetos culturais.

Dentre suas ações na construção civil, destacou-se nas obras em Brasília, convocado por Juscelino Kubitschek e construindo inúmeros prédios no final da década de 50. O prédio da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, abrigos e pontes do Parque Nacional de Itatiaia (RJ) e o aeroporto de Cuiabá (MT) também foram algumas das obras executadas pela Monteverde Engenharia.

Em sua trajetória profissional recebeu muitas homenagens e prêmios. Dentre eles, destacam-se o título de Cidadão Benemérito do Rio de Janeiro, Cidadão Paraense, Cidadão Cuiabano, Cidadão Honorário de Teresópolis, Cidadão de Itabuna, Cidadão Petropolitano, Grã-Cruz da Ordem Cultural Bernardo Sayão, Pioneiro de Brasília, Amigo dos Bombeiros do Distrito Federal e Benemérito da Academia de Letras e Artes.

O Centro Cultural Bernardo Monteverde está instalado na sobreloja do Edifício 6 de Julho, na Av. Oliveira Botelho, 210, no bairro do Alto, em Teresópolis. Mais informações no (21) 2533-2000.