Brumadinho: Governo de Minas diz que doações são suficientes, mas Friburgo ainda tem arrecadação

Um dos postos de coleta na cidade diz que a Defesa Civil mineira irá receber as doações e que a arrecadação segue até sexta, dia 1º de fevereiro

Por Matheus Oliveira
28/01/19 - 18:24
Brumadinho: Governo de Minas diz que doações são suficientes, mas Friburgo ainda tem arrecadação Doações para as vítimas da tragédia de Brumadinho já são suficientes, segundo a Defesa Civil de Minas Gerais | Foto: Divulgação/Adriano Machado (Agência Brasil)

A tragédia ocorrida em Brumadinho, interior de Minas Gerais, na última sexta-feira, dia 25 de janeiro, onde uma barragem de rejeitos se rompeu e levou lama e destruição para a cidade, gerou comoção em todo o Brasil. Na cidade de Nova Friburgo, na Região Serrana do Rio, que passou por uma tragédia climática em 2011, alguns pontos de coleta de insumos para os moradores da cidade mineira surgiram desde o acontecido. Entretanto, vale destacar que a Defesa Civil de Minas Gerais solicitou que os brasileiros não enviem mais mantimentos, pois as doações já são suficientes.

Em Nova Friburgo, uma loja de doces está realizando uma coleta de alimentos na Rua Moisés Amélio, número 60, no Centro, desde o último sábado, 26. De acordo com o proprietário, Sérgio Abreu dos Santos, a Defesa Civil irá receber os mantimentos.

“Liguei para a Defesa Civil de Brumadinho e eles irão receber nossas doações. Estamos recolhendo agora os seguintes produtos: açúcar, café, remédios, biscoitos, água potável e produtos de higiene, preferencialmente femininos. As doações irão até sexta e o caminhão sai sábado de madrugada. Temos bastante insumos recolhidos, especialmente roupas.”, destaca Sérgio.

Outro ponto de coleta na cidade serrana era a concessionária responsável pelo transporte público em Nova Friburgo, que está realizando a coleta de mantimentos na portaria de sua garagem, que fica localizada na Avenida Governador Roberto Silveira, no distrito de Conselheiro Paulino ou no balcão de atendimento na Estação Livre, situado na Praça Getúlio Vargas, no Centro, em qualquer horário. Entretanto, o diretor da empresa, Paulo Valente, explicou que medidas irá tomar com a notícia de que Brumadinho não receberá mais doações.

“Fizemos este aviso a pedido dos funcionários, pois algumas pessoas estavam querendo saber, nos ônibus e na Estação Livre, onde era o ponto de coleta das doações. Então, começamos a informar para pessoas que poderiam deixar conosco e que faríamos o encaminhamento. Nossa ideia era juntar com a OAB, que também já havia anunciado um posto de coleta. Faríamos contato com eles nesta segunda para juntar tudo, mas nesse meio tempo recebemos a informação de que Brumadinho não precisava de doações. Então, combinamos de soltar um anúncio nesta terça-feira avisando que a Prefeitura de Brumadinho não necessita de doações. Vamos verificar o que foi arrecado e prestar contas à população e encaminhar esses mantimentos ao Comitê de Entidades Beneficentes de Nova Friburgo (Cebenf), que é ligado a Associação Comercial Industrial e Agrícola de Nova Friburgo (Acianf). Nossa intenção será informar a população para não doar mais e o que tiver sido doado será encaminhado para uma instituição friburguense.”, declara Paulo.

Em contato via telefone, a Defesa Civil do Estado de Minas Gerais informou que as doações são suficientes e que em um momento posterior poderão vir a precisar novamente da solidariedade do povo brasileiro.

"O Governo de Minas, através da Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil de Minas Gerais – Cedec/MG e o Servas (Serviço Voluntário de Assistência Social), agradece o empenho e a solidariedade do povo mineiro com os afetados pelo rompimento da barragem da mineradora Vale em Brumadinho e informa que os donativos arrecadados até o momento são suficientes, não sendo necessário o envio de mais materiais para o socorro humanitário.", diz nota divulgada pela instituição.