Vai pra praia? Conheça o Stand Up Paddle, modalidade que vem crescendo no litoral brasileiro

Esporte surgiu no Havaí, nos anos 40, e no Brasil já conta com diversas competições

Por Matheus Oliveira
28/12/18 - 17:06
Vai pra praia? Conheça o Stand Up Paddle, modalidade que vem crescendo no litoral brasileiro O Stand Up Paddle promove qualidade de vida e contato com a natureza | Foto: Banco de Imagem

Próximo às festividades pela chegada de um novo ano, muitas pessoas deixam a serra fluminense e vão para a Região dos Lagos. Além de curtir a praia, os turistas também podem praticar esportes próprios da região litorânea. Entre eles, está o Stand Up Paddle (SUP), modalidade que vem ganhando novos praticantes e alia qualidade de vida e contato com a natureza.

O Stand Up Paddle é uma variação do surfe, que surgiu em 1940, no Havaí, quando professores de surfe decidiram ficar de pé e remar em suas enormes pranchas de madeira para observar melhor o desenvolvimento de seus alunos durante as aulas.

O esporte consiste em usar um remo para mover-se pela água, sempre em pé. O objetivo, então, é conseguir equilibrar-se sobre a prancha e remar. Tal ação faz com que as pernas e o abdômen sigam contraídos.

Ao longo dos anos foram surgindo equipamentos próprios, como remos mais leves e inúmeras variações de pranchas – algumas mais largas e outras mais longas, com quilhas semelhantes a canoas, para dar velocidade e maior navegabilidade.

A facilidade acaba atraindo pessoas de todas as idades para a prática do esporte e até para um breve passeio enquanto curtem as férias. Além disso, o esporte já vem ganhando novas competições, como o Walter Festival Brasil, o campeonato estadual e Pan-Americano, por exemplo.

No litoral fluminense, um dos principais locais para a prática de SUP é a Praia de Ferradura, em Búzios, uma das mais tranquilos da cidade. Pela praia há vários pontos de aluguel de prancha e também é possível receber aulas da modalidade. Além disso, o esporte também pode ser praticado nas praias de Copacabana e Ipanema, na capital, e nas de Icaraí e Camboinhas, em Niterói.

Equipamento

Prancha – para quem está começando, existem modelos menores e híbridos, além de mais estáveis, que possibilitam que o esporte seja praticado com maior tranqüilidade. As pranchas maiores são mais utilizadas para competições.

Remo – os especialistas dizem que o remo ideal para a prática do esporte precisa ser 20 centímetros maior do que a altura de quem está praticando.

Leash – esse equipamento é uma espécie de corda que prende o pé à prancha e é um item fundamental de segurança, tanto para o praticante quanto para as pessoas ao redor.

Colete salva-vidas – é um equipamento de segurança necessário, essencial para os iniciantes no esporte. Ele é a garantia de que você não vai se afogar caso haja queda ou outro imprevisto.