MENU

Portal Multiplix

Fale Conosco

(22) 3512-2020

Anuncie

Contato comercial

Trabalhe conosco

Vagas disponíveis

Hoje é Dia de Rock, bebê!

Dia Mundial do Rock é celebrado nesta terça-feira, 13

Por David Massena
13/07/21 - 16:51
Hoje é Dia de Rock, bebê! O friburguense Marcelo Braune é vocalista da danda Clash Bulldogs | Foto: Reprodução/Redes Sociais

O festival de música Live Aid rolava naquele 13 de julho de 1985, com shows simultâneos em Londres, na Inglaterra, e na Filadélfia, nos Estados Unidos, com o objetivo de angariar fundos para combater a fome na Etiópia e contou com diversos nomes reconhecidos do rock, como Led Zeppelin, Queen, David Bowie, Elton John, entre outros. Phil Collins, um dos artistas convidados, chegou a declarar publicamente que a ideia era que o dia 13 de julho se tornasse o Dia Mundial do Rock, feito obtido com sucesso.

Apesar de se chamar "Dia Mundial do Rock", a data só é comemorada no Brasil. Ela começou a ser celebrada em meados dos anos 1990, quando duas rádios paulistanas dedicadas ao rock - 89 FM e 97 FM - começaram a mencionar a data em sua programação.

Nos anos 1980, o rock dominou o cenário musical do Brasil com bandas que cantavam letras influenciadas pela situação política e social da época, no contexto da ditadura militar. Nos grandes centros, foi o momento da formação de grupos que construíram carreiras sólidas e que ressoam até os dias de hoje.

No Brasil, além de eventos como o Rock In Rio, cidades de cada região do país tem seus festivais ou festas que recebem bandas nacionais e internacionais, como na região serrana.

O Portal Multiplix ouviu alguns dos talentos de Nova Friburgo, dedicados à música, no estilo rock and roll ou fãs do gênero, sobre a data e a importância da música em suas vidas.

A cantora e compositora Jozi Lucka dedicou parte de sua carreira à bossa nova, com discos gravados no Japão em parceria com o mestre Roberto Menescal. Mas sempre se assumiu roqueira. “O rock representa vitalidade e energia! Potência criativa!” Dispara.

Um dos fatores de relevância para que este gênero musical faça sempre muito sucesso é, com certeza, a quantidade de subgêneros. Pop rock, heavy metal, indie, punk rock e muitos outros estilos surgiram por influência do rock dos anos 50.

“O rock pra mim representa uma forma de expressar, de demonstrar os meus pensamentos, sentimentos, indignações, aspirações. Vejo como uma vitrine em que posso mostrar meu verdadeiro "eu" para o mundo.” Declara Vinícius, o vocalista da Banda Scream Waver, de Nova Friburgo.

Na década de 80 o rock “setentista” evoluiu e algumas bandas acrescentaram influências punk e glam na aparência e visual, que foi chamado de Hair Metal. Bandas como Kiss e Van Halen adotaram as mudanças e surgiram bandas novas também: Poison, Bon Jovi, Mötley Crüe, Guns n’ Roses, Mr. Big, Skid Row, Quiet Riot, Twisted Sister. Foi na mesma época que surgiu o Heavy Metal, Thrash Metal, Death Metal, Hardcore e Gothic.

Para o editor de imagens Pedro Stutz, o rock é mais que simplesmente música: “É uma vibe diferente, um energético e uma trilha sonora perfeita para jogos de tiro.”

Grunge é um estilo ligado ao punk, mas com letras mais sujas relacionadas à depressão e angústia, no estilo de bandas como: Nirvana, Pearl Jam, Alice in Chains, Soundgarden, Mudhoney que foram referência. Neo-psicodelismo, Funk Metal, Indie-rock e Britpop foram vertentes também surgidas na época.

Vocalista da Banda Os Bartira, Rodolpho Barbosa, teve uma formação musical eclética. O avô era maestro, a avó, crooner de bailes e cantava de tudo, o pai, intimamente ligado ao samba de roda e à MPB e a irmã, Bianca, também cantora de todos os estilos e gêneros. Mas o rock sempre esteve presente.

“Desde que me entendo por gente esse estilo foi fundamental em minha vida. Foi o que me inspirou como músico. É minha trilha sonora da vida! Um estilo que me fez perceber que o mundo pode ser melhor mesmo com distorção. Não tentem quebrá-lo, podem machucar as mãos! Somos duros como pedra! Viva o Rock!” Comemora a data o sempre vibrante Rodolpho.

Para celebrar a data, a cantora Zélia Duncan, nascida em Niterói, com passagem por Nova Friburgo e mais tarde Brasília – considerada berço de algumas das principais bandas da cena jovem dos anos 1980 -, é a convidada pelo Santander e pela Orquestra Sinfônica Juvenil Carioca, para cantar Beatles na apresentação especial que vai comemorar o Dia Mundial do Rock, nesta terça-feira, 13.

O show que será transmitido pelo YouTube, faz parte da Série Concertos Orquestra Sinfônica Juvenil Carioca (OSJC) em celebração ao rock mundial. O espetáculo terá também em seu programa a interpretação dos jovens músicos para artistas como Guns N’ Roses, Led Zeppelin e Legião Urbana, sob a direção musical do maestro Vinícius Louzada, e a participação de 41 jovens do Coro Laboratório Juvenil do Rio de Janeiro.

Origens do rock

O surgimento do rock aconteceu nos EUA como consequência da mistura de outros estilos musicais, com enfoque no jazz, folk, country e rhythm and blues no pós-guerra.

As primeiras experimentações ocorreram ainda na década de 40, sobretudo em seus últimos anos, mas foi nos anos 50 que a vertente ganhou contornos mais nítidos.

Os nomes que se destacaram nessa primeira fase foram: Jackie Brenston, Jerry Lee Lewis, Johnny Cash, Jimmy Preston, Little Richard, Bill Haley, Chuck Berry (esse considerado por muitos como o "pai do rock") e outros.

Apesar de quase sempre esquecidas, é importante pontuar a atuação das mulheres nesse contexto. Nomes como Sister Rosetta Tharpe, Memphis Minnie, Aretha Franklin e demais mulheres tiveram enorme importância para a história do rock.

O rock nasceu de uma atitude "anti" por parte da juventude qu negava os valores dos seus antepassados e constitui um dos mais importantes movimentos sócio-culturais do século XX. Com o rock, a música deixa de ser "propriedade" das classes dominantes e passa a ser do povo.

Embora a expressão "rock and roll" tenha aparecido em 1951, só em 1955, com o tema "Rock Around The Clock", de Bill Haley, o novo estilo musical conquistou a emancipação.

“Quando digo que música é o remédio da alma, na entrelinhas se lê: obrigado rock, por existir, por dar sentido e preencher minha vida. Sem dúvida alguma, minha eterna bússola." Completa Marcelo Braune, vocalista da Banda Clash Bulldogs.

Enfim, o rock é como o vinho! Pode passar quantos anos for que continua uma delícia, não é mesmo?!


É proibida a reprodução total ou parcial dos conteúdos do Portal Multiplix, por qualquer meio, salvo prévia autorização por escrito.
TV Multiplix
TV Multiplix Comunicado de manutenção TV Multiplix Comunicado de manutenção
A TV Multiplix conta com conteúdos exclusivos sobre o interior do estado do Rio de Janeiro. São filmes, séries, reportagens, programas e muito mais, para assistir quando e onde quiser.