Sumidouro completa 129 anos de história e lendas

Belezas naturais da cidade teriam inspirado José de Alencar

Por Juliana Guzzo
10/06/19 - 10:23
Sumidouro completa 129 anos de história e lendas Igreja Nossa Senhora da Conceição do Paquequer, no Centro de Sumidouro | Foto: Reprodução/Portal Multiplix

Cheia de história e lendas, Sumidouro, cidade serrana do Rio, completa 129 anos nessa segunda-feira, 10 de junho. Como todas as suas “vizinhas”, tem sua história ligada à freguesia do Santíssimo Sacramento de Cantagalo e a tradição católica. Fundava-se uma igreja, nascia uma cidade.

O município levou o nome de sua padroeira Nossa Senhora da Conceição do Paquequer até 1890, quando foi elevada categoria de cidade e rebatizada de Sumidouro. Historicamente, a economia da localidade se restringiu às culturas do café, milho, feijão, batata e outros, com emprego de mão de obra escrava.

Uma lenda curiosa sobre a cidade é que ela teria sido a “musa inspiradora” do escritor José de Alencar. Obra-prima da literatura brasileira, o livro O Guarani, conta a história do amor entre a Sinhazinha Ceci e o índio Peri, que torna-se cristão para salvar a vida da moça. Tão antiga quanto o romance brasileiro, escrito em 1857, é a crença em Sumidouro de que cenários naturais do município, descritos por relatos de viajantes extasiados com a beleza do lugar, teriam inspirado o clássico de José de Alencar.

A narrativa romântica possui pontos coincidentes com a geografia de Sumidouro, como a que descreve o rio Paquequer e a íngreme queda d'água, suposta referência à Cascata Conde D'Eu. O município serviu de cenário para gravação de filme e minissérie televisiva sobre O Guarani.

O Mapa da Cultura do Estado destaca essa e outras histórias sobre as belezas naturais e culturais do município. Confira algumas dicas para conhecer Sumidouro:

Sociedade Musical 31 de Dezembro

Criada em 1964, a Sociedade Musical 31 de Dezembro é uma das mais antigas bandas de Sumidouro. Ela anima tradicionalmente as festas da cidade e ministra cursos de música em sua sede.

Foi fundada pelo maestro Carolino Ribeiro de Moura e o nome "31 de Dezembro" é uma homenagem ao aniversário de Carolino, que tinha o hábito de colocar as datas de nascimento dos amigos como título de suas composições. O repertório da banda, integrada por até 30 músicos, é de músicas populares, como valsas, polca e maxixe.

A Sociedade tem entre as atividades anuais a alvorada e procissão no aniversário da cidade (10 de junho) e nas festas da padroeira (8 de dezembro, dia de Nossa Senhora da Conceição). No dia 31 de dezembro, há uma apresentação na rodoviária da cidade em homenagem ao maestro Carolino.

A Sociedade Musical 31 de Dezembro fica no Largo Senhor dos Passos, nº 116, no Centro. Os horários de funcionamento são às terças e quintas, a partir das 15h; e sábado, de 9h às 12h.

Ruínas do trilho do trem em SumidouroRuínas do trilho do trem em Sumidouro | Foto: Reprodução/Portal Multiplix

Igreja Nossa Senhora da Conceição do Paquequer

A igreja em homenagem à santa padroeira da cidade foi construída em 1843, período do início do desenvolvimento econômico do município. O teto é de madeira com pinturas, e tem dois lustres de cristal. O piso central da igreja é de mármore com losangos azuis e brancos, e o altar possui arco de pedra e colunas em estilo neoclássico.

A Igreja Nossa Senhora da Conceição do Paquequer fica na Praça Monsenhor Ivo, no Centro.

Caverna Ceci e Peri

A Caverna Ceci e Peri tem duas entradas e várias galerias de dimensões e profundidades ainda desconhecidas. Acredita-se que o local guarda inscrições primitivas e possíveis vestígios arqueológicos. A proximidade com o acidente geográfico Sumidouro das Pedras aponta para uma provável rede interligada de galerias subterrâneas nessa região.

O local fica no prolongamento da Avenida Paquequer, s/nº, na margem direita do rio Paquequer, no bairro de Nossa Senhora de Fátima.

Sumidouro das Pedras

Acidente geográfico do rio Paquequer, onde suas águas desapareciam por baixo das pedras e ressurgiam cerca de 300 metros adiante. O Sumidouro das Pedras deu origem ao nome da cidade. Em uma enchente na década de 1950, o trecho foi coberto pelas águas.

O local fica no prolongamento da Avenida Paquequer, s/nº, no bairro de Nossa Senhora de Fátima.

Festa de Folias de Reis

A festa acontece há vinte e uma edições na cidade. As agremiações de Folias de Reis de Sumidouro e região entoam cânticos e versos em frente ao presépio montado na praça principal da cidade.

A festa acontece no mês de janeiro, sempre na Praça da Matriz, no Centro. Mais informações pelo telefone: (22) 2531-2151.

Vista aérea do município de SumidouroVista aérea do município de Sumidouro | Foto: Reprodução/Internet