MENU

Portal Multiplix

Friburgo: nova empresa assume o serviço de alimentação do Hospital Raul Sertã

Confira quem vai fornecer o serviço na unidade de saúde em substituição à empresa Global Trade

Por Matheus Oliveira
13/02/20 - 14:06
Friburgo: nova empresa assume o serviço de alimentação do Hospital Raul Sertã Nova empresa assumiu o serviço de alimentação do Raul Sertã nesta quinta-feira | Foto: Arquivo/ Frank Martins

Desde a zero hora desta quinta-feira, 13, a empresa ACF da Silva LTDA - ME, de Campos dos Goytacazes, assumiu o serviço de fornecimento de alimentação para o Hospital Municipal Raul Sertã, em Nova Friburgo, na Região Serrana do Rio, no lugar da Global Trade Indústria de Alimentação LTDA.

A informação foi confirmada pela prefeitura na madrugada desta quinta, que informou, por meio de nota, que “ninguém sofreu ou sofrerá algum tipo de dano relacionado à troca das empresas. A partir do momento que o contrato com a empresa Global, antiga gestora do setor no hospital, foi encerrado (23h59 da quarta-feira, 12 de fevereiro), a empresa ACF da Silva LTDA - ME assumiu total controle do setor”.

Ainda de acordo com a nota, estavam presentes no momento da respectiva transição, as direções médica, geral e administrativa do hospital, além da gestão da Secretaria Municipal de Saúde.

O contrato é válido por um ano e o valor total pago à empresa para realizar o serviço, segundo o pregão presencial 071/2019, que consta no site da prefeitura, é de R$ 4.339,990,00.

CPI da Saúde

Vale lembrar que o contrato da empresa Global Trade com a Prefeitura de Nova Friburgo foi alvo de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que teve um relatório final de 7.600 páginas separadas em 60 volumes e trouxe o relato de 28 testemunhas que deram depoimento durante o período de oitivas.

O relatório apontou irregularidades nos contratos emergenciais celebrados entre a prefeitura e a empresa, entre 2017 e 2018, no valor somado e acumulado de cerca de R$ 6,2 milhões para o fornecimento de alimentação para o Hospital Municipal Raul Sertã.

O documento foi encaminhado para o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), Ministério Público Federal (MPF), Polícia Federal e Tribunal de Contas do Estado (TCE-RJ).


É proibida a reprodução total ou parcial dos conteúdos do Portal Multiplix, por qualquer meio, salvo prévia autorização por escrito.