Forte ventania causa estragos em Cachoeiras de Macacu

Defesa Civil continua vistoriando áreas que ficaram sem comunicação

Por Sara Schuabb
26/02/19 - 12:07
Forte ventania causa estragos em Cachoeiras de Macacu Ventania e chuva causaram queda de árvores e postes e destelhamento de casas, deixando alguns bairros sem luz e sem telefone | Foto: Divulgação/Agente Oliveira (Defesa Civil de Cachoeiras de Macacu)

Uma forte ventania, que durou cerca de uma hora, seguida de chuva causou estragos em Cachoeiras de Macacu, município situado a 97 km da capital fluminense, causando queda de árvores, postes e destelhamento de casas a partir das 19h30 da última segunda-feira, 25 de fevereiro, seguindo até a madrugada desta terça-feira, 26 de fevereiro.

De acordo com o secretário de Proteção e Defesa Civil de Cachoeiras de Macacu, Rodrigo Amaral, houve o registro de queda de 14 árvores nos bairros de São Francisco de Assis, Boa Vista, Parque Veneza, Parque Santa Luzia, Japuíba e Papucaia. A ventania também causou o destelhamento de quatro casas em São Francisco de Assis, Parque Veneza e Boa vista. Mas não houve vítimas.

“Os moradores se abrigaram em casas de parentes e a Defesa Civil colocou lonas sobre as residências para amenizar os prejuízos.”, diz o secretário.

Telhado desmorona em residência de Cachoeiras de MacacuTelhado desmorona em residência de Cachoeiras de Macacu | Foto: Divulgação/Agente Oliveira (Defesa Civil de Cachoeiras de Macacu)

A ventania também derrubou postes nos bairros de Boa Vista e São Francisco de Assis, deixando a população sem luz e serviço de telefonia. Amaral diz que, até o momento, as concessionárias de rede elétrica Enel e Cerci estão nas localidades fazendo os reparos e a energia está voltando aos poucos. Somente as operadoras Claro e Vivo estão funcionando.

De acordo com nota encaminhada pela Enel Distribuição Rio ao Portal Multiplix, até o momento 70% dos clientes afetados com a falta de energia elétrica já tiveram o serviço normalizado e as equipes continuam trabalhando para restabelecer a energia dos demais clientes o mais rápido possível.

A ventania também causou a queda de quatro árvores nos quilômetros 5, 22, 26 e 40 da rodovia RJ-116, porém todos os trechos foram liberados na própria segunda-feira, segundo a concessionária Rota 116, que administra a rodovia.

No momento, a Defesa Civil está fazendo vistoria em áreas nas quais os moradores não puderam fazer notificações por conta do serviço de telefonia que foi suspenso.

“Estamos monitorando o clima com o Instituto Nacional de Meteorologia – Inmet e pedimos a população que fique em alerta em locais seguros e qualquer problema que entrem em contato com a Defesa Civil pelo telefone 199. Também solicitamos que os moradores enviem o CEP de sua rua para o número 40199 para receber os alertas em SMS da DC, de aviso de chuvas fortes ou qualquer intercorrência”, conclui o secretário de Proteção e Defesa Civil do município.