Arqueira, que é top 3 no arco-olímpico, treina em Friburgo em busca de Tóquio 2020

Atleta Françoise Chevrand é uma das promessas do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e da Seleção Brasileira de Tiro com Arco

Por Sara Schuabb
11/01/19 - 16:46
Arqueira, que é top 3 no arco-olímpico, treina em Friburgo em busca de Tóquio 2020 Jovem arqueira já contabiliza 19 medalhas em competições nacionais e internacionais e pretende participar das Olimpíadas 2020, em Tóquio | Foto: Divulgação/Redes Sociais

Considerada uma das três melhores atletas brasileiras da categoria juvenil na modalidade arco-olímpico, a jovem Françoise Villeneuve Chevrand, de 17 anos, está morando em Nova Friburgo há 11 meses. Natural de São Gonçalo, conta que sua história com o arco e flecha começou aos dez anos de idade, quando pediu uma espada ao seu pai.

“Eu queria praticar esgrima, porém, costumava jogar no computador, onde minha personagem era arqueira. E, em um certo dia, meu pai viu esse jogo e me mostrou um vídeo olímpico de esgrima e tiro com arco. E eu, certamente me encantei pela modalidade. Todos os dias eu pedia a minha mãe que me levasse para praticar esse esporte, que se tornou meu grande sonho”, diz.

Françoise fez o curso de tiro com arco na cidade de Maricá- RJ e, aos 11 anos, após três meses de treino, já estava competindo no Campeonato Brasileiro, ficando em 4º lugar e, em 2013, em 3º lugar no ranking brasileiro. Depois, as conquistas só aumentaram: ficou em 1º lugar em seis rankings do Campeonato Brasileiro outdoor e indoor entre 2014 e 2015.

A atleta é uma das promessas do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e da Seleção Brasileira de Tiro com Arco. Já fez parte da Seleção Brasileira que participou do Campeonato Sul-americano de 2016, na Argentina e, em sua carreira, já contabiliza 19 medalhas em competições nacionais e internacionais, como a Copa Rio.

Françoise Chevrand no Campeonato Copa Rio 2017, em MaricáFrançoise Chevrand no Campeonato Copa Rio 2017, em Maricá | Foto: Divulgação/Redes Sociais

Treinamento

A jovem tem uma rotina de treinamento intenso - cerca de seis horas de treino por dia, na modalidade indoor, que é a 18 metros, em ambiente fechado, e na outdoor, que é com a distância de 70 metros, em ambiente aberto. Com apoio da Secretaria Municipal de Esporte, a atleta vai treinar no Ginásio Adhemar Comba, no bairro de Olaria.

“Fui atrás da Secretaria de Esporte para conseguir um lugar para treinar e para a divulgação, pois preciso de apoiadores e patrocinadores. Até o momento, consegui a academia Body Club e o fisioterapeuta Elvys Oliveira”, diz.

Próximos desafios

No decorrer do ano, Françoise estará focada nas Olimpíadas de 2020, que acontecerão em Tóquio, no Japão, no Campeonato Brasileiro e campeonatos de ranking. Em janeiro, a arqueira também participará de uma seletiva que disputará a vaga para o Grand Prix, que ocorrerá no México, e, em fevereiro, competirá com mais de 4 mil atletas em um campeonato em Las Vegas, nos EUA.