Nove dicas para um passeio agradável com o seu melhor amigo

Hora de passear com o cãozinho: e agora? Cuidados com os cachorros previnem acidentes e deixam a caminhada mais divertida

Por Daniel Cheles
09/08/18 - 16:32
Nove dicas para um passeio agradável com o seu melhor amigo Foto: Banco de Imagens

Muitas vezes, passear com o animal de estimação se transforma em um pesadelo para os donos. Um exemplo é quando o bichinho arrasta a coleira, pula sobre as pessoas que caminham nas proximidades ou tenta brigar com os cachorros que encontra pela rua.

Mas, se o seu cão não se comporta de forma adequada na hora da caminhada, não é culpa dele. A responsabilidade pela socialização e pelo ensinamento das condutas corretas é sempre do dono. Durante o passeio, o animal deve entender que as regras são ditadas por quem o conduz.

Nove dicas para você não ter problemas quando sair às ruas com o seu amigo de quatro patas

1 – Cachorros muito ativos precisam de um trajeto mais longo para queimar energia. Porém, cães com pouca atividade, geralmente idosos, não aguentam uma caminhada tão intensa. Basta agir de acordo com o pique de seu cão.

2 – Os animais também precisam de preparo físico. Assim como os seres humanos, o recomendado é começar com passeios curtos e, aos poucos, aumentar gradativamente o ritmo.

3 – Tenha atenção redobrada a itens estranhos: não deixe seu cãozinho comer nada que encontre pela rua. “Alimentos” desconhecidos podem ser prejudiciais à saúde.

4 – Procure sair com o seu pet nos horários de sol menos intenso. Nos dias quentes, evite passear entre 10h e 16h; dê preferência ao início da manhã ou fim da tarde.

5 – Ofereça intervalos para um pouco de água, levando sempre uma garrafinha com você. A proteção contra os raios ultravioletas também é importante – no mercado existem filtros solares indicados para cada raça.

6 – Durante a caminhada, sua atenção deve estar voltada ao seu cachorro e aos demais que passam pela rua. Não é possível adivinhar quando um canino vai estranhar algo ou alguém.

7 – Para algumas raças, como o pitbull, é obrigatório o uso da focinheira. Tenha cuidado ao escolher o acessório, uma vez que a respiração do animal não pode ser prejudicada.

8 – Cães que passeiam com frequência devem receber maiores cuidados em relação aos vermífugos, vacinas e antipulgas. Esteja sempre com todos em dia!

9 – Quando definir a coleira para o seu animalzinho, é importante levar em consideração a funcionalidade do equipamento. Escolher apenas pela beleza pode trazer transtornos para ambos.