MENU

Portal Multiplix

Fale Conosco

(22) 3512-2020

Anuncie

Contato comercial

Trabalhe conosco

Vagas disponíveis

Me vacinei contra a Covid-19! E agora, o que fazer?

Confira recomendações da OMS e da Opas sobre como proceder após tomar a primeira dose das vacinas

Por Matheus Oliveira
03/03/21 - 10:30
Me vacinei contra a Covid-19! E agora, o que fazer? Quem já foi vacinado deve seguir com as medidas de prevenção | Foto: Banco de Imagem

A campanha de vacinação no Brasil já começou desde a aprovação do uso emergencial das vacinas da Coronavax e de Oxford, produzidas no país pelo Instituto Butantã e pela Fiocruz, respectivamente. Com os profissionais de saúde e idosos acima de 80 anos já imunizados com a primeira dose, muitos se questionam: o que se deve fazer?

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), após a primeira dose dos imunizantes, os cuidados como a utilização de álcool e máscara, além do hábito de higienizar as mãos e do distanciamento social devem ser mantidos.

O diretor de emergências da OMS, Michael Ryan, afirma que as vacinas não vão resolver o problema por si só, exatamente por ter um intervalo de tempo entre as duas doses e que até quando toda a população estiver imunizada, o vírus seguirá circulando.

De acordo com a Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), para estimular a imunidade da pessoa contra o vírus, as vacinas que estão sendo aplicadas no Brasil precisam de uma segunda dose e um período de tempo para que o organismo dê uma resposta imunológica protetora. Cada vacina tem orientações específicas, mas geralmente isto acontece após 10 a 20 dias depois da segunda dose.

A entidade afirma que quem já contraiu a Covid-19 deve se vacinar pois a vacina pode oferecer uma imunidade mais duradoura e trazer mais benefícios em relação à imunidade natural.

Assim, as pessoas devem se vacinar independentemente de já terem sido infectadas ou não pelo novo coronavírus.

A Opas informa que ainda é muito cedo para saber quanto tempo durará a proteção imunológica determinada pelas vacinas contra a Covid-19.

As pessoas que fizeram parte dos testes da fase 3 das vacinas serão acompanhadas por anos para que se conheça por quanto tempo elas terão imunidade.

Vale destacar ainda que durante a fase de testes das vacinas aplicadas no Brasil não foram detectados efeitos adversos graves.

Em geral, as vacinas podem provocar vermelhidão e dor no local da aplicação e, às vezes, febre baixa. Essas reações leves costumam desaparecer em poucos dias.

A Opas destaca que o período desde o início da pandemia e o advento das vacinas é muito curto.

Por isso, ainda não existem evidências sobre intercâmbio das vacinas no processo de imunização. Em princípio, se a vacina exige duas doses, estas devem ser da mesma vacina.

Por fim, vale destacar que a organização diz que menores de 18 anos, gestantes, pessoas com recomendação médica para não se vacinar, ademais daquelas referidas nas bulas de cada tipo de vacina ainda não podem se vacinar.

Veja outras notícias da Região Serrana do Rio no Portal Multiplix.


É proibida a reprodução total ou parcial dos conteúdos do Portal Multiplix, por qualquer meio, salvo prévia autorização por escrito.
TV Multiplix
TV Multiplix Comunicado de manutenção TV Multiplix Comunicado de manutenção
A TV Multiplix conta com conteúdos exclusivos sobre o interior do estado do Rio de Janeiro. São filmes, séries, reportagens, programas e muito mais, para assistir quando e onde quiser.