Hemocentro de Nova Friburgo promove mutirão para doação de sangue

Evento acontece no dia 21 de setembro, no período da manhã

Por Luisa Machado
11/09/19 - 10:54
Hemocentro de Nova Friburgo promove mutirão para doação de sangue Serão aceitas doações de todos os tipos sanguíneos | Foto: Reprodução/Portal Multiplix

A campanha da Prefeitura Municipal de Nova Friburgo, na Região Serrana do Rio de Janeiro, para conseguir doações para o banco de sangue do Hemocentro já tem data marcada. Como uma forma de estimular a doação regular, no sábado, dia 21 de setembro, o Banco de Sangue do município estará aberto para receber a população.

Moradores de Nova Friburgo e de cidades de toda a região podem comparecer e fazer parte da campanha. As doações serão recolhidas pelo Hemocentro Regional Enfermeira Cassia Viviane Kale Martins, que abastece mais 10 cidades vizinhas, como Cordeiro, Cantagalo, Bom Jardim, Cachoeiras de Macacu, Macuco e Duas Barras.

Os doadores de todos os tipos sanguíneos (A, O, B e AB, negativos e positivos) podem se dirigir ao hemocentro, que fica na rua General Osório, num anexo ao Hospital Municipal Raul Sertã, no Centro.

Em comunicado, a prefeitura de Nova Friburgo reforça: “O ato de doar sangue é rápido e indolor. Uma única doação pode salvar várias vidas”.

Além do dia da campanha, as doações de sangue para o estoque municipal podem ser feitas de segunda a sexta-feira, das 8h às 11h30. Para obter mais informações, basta entrar em contato pelo telefone (22) 2524-2300.

Quem pode doar

Os critérios para doar são ter entre 16 e 69 anos e pesar mais de 50 kg; num período de 24 horas antes da doação: não ingerir alimentos gordurosos nem derivados do leite; ter tido uma noite de sono de, pelo menos, 6 horas; e, caso faça uso de alguma medicação, apresentá-la no momento da doação.

Menores de idade podem doar desde que estejam acompanhados pelo responsável; pessoas com tatuagem só podem doar sangue um ano após o procedimento e mulheres que estão amamentando só podem doar sangue 12 meses após o parto. Vale lembrar que orientação sexual não é um critério para doação de sangue.