Sem jogos oficiais em 2018, Friburguense empresta jogadores para aliviar a folha salarial

De acordo com o gerente de futebol do clube, José Eduardo Siqueira, isso mantém os atletas em atividade e alivia significativamente a folha salarial

Por Fernando Moreira
25/10/18 - 14:36
Sem jogos oficiais em 2018, Friburguense empresta jogadores para aliviar a folha salarial Sem jogos oficiais em 2018, Friburguense empresta jogadores para aliviar a folha salarial. | Foto: Amanda Tinoco/Arquivo

Eliminado da Copa Rio e da série B1 do Campeonato Carioca, o Friburguense encerrou precocemente a temporada 2018 sem conseguir alcançar seus principais objetivos no ano: conquistar o acesso à elite do Cariocão e uma vaga na série D do Brasileirão ou na Copa do Brasil, através da Copa Rio.

Sem nenhum jogo oficial previsto até os primeiros meses de 2019, a diretoria do Tricolor da Serra já negocia jogadores com outras equipes que ainda estão disputando competições. De acordo com o gerente de futebol do clube, José Eduardo Siqueira, isso mantém os atletas em atividade e alivia significativamente a folha salarial.

Destaque do Frizão na temporada, o atacante Lohan despertou o interesse de alguns clubes e foi um dos primeiros a ser negociado. O atacante de 23 anos marcou 18 gols em 25 jogos, entre Copa Rio e série B1 do Carioca, vai defender as cores da Portuguesa da Ilha do Governador na primeira divisão do Campeonato Carioca. O contrato é por empréstimo e vai até o final de 2019.

Outro que já deixou o estádio Eduardo Guinle foi o zagueiro Marcos André, que defendeu as cores do Friburguense na temporada 2018 e agora vai vestir a camisa do Americano. O alvinegro de Campos contratou também outros dois atletas do Friburguense: o lateral-direito Murillo e o atacante Dedé.

O primeiro tem 21 anos e foi revelado nas categorias de base do clube e é considerado uma joia da equipe. Já Dedé tem 24 anos e uma história no futebol curiosa. O jogador de Cachoeiras de Macacu jamais tinha atuado profissionalmente e chegou ao Friburguense após uma sessão de testes. Mesmo sem experiência, se adaptou rapidamente e marcou 10 gols em 24 jogos.

O Friburguense segue aberto a novas negociações e deve começar a pensar no elenco que vai disputar a temporada 2019 a partir do início de dezembro.