MENU

Portal Multiplix

Campeão mundial de Muay Thai, atleta friburguense se destaca nas artes marciais

Parceiro de treino de astros do UFC, Maurício Ferreira, o “Bibito”, vem colecionando títulos na modalidade

Por Matheus Oliveira
09/05/19 - 16:06
Campeão mundial de Muay Thai, atleta friburguense se destaca nas artes marciais  Bibito foi campeão mundial de Muay Tay em março deste ano | Foto: Reprodução/Redes Sociais

Mais um friburguense no mais alto escalão no cenário internacional das artes marciais. Assim pode ser definido o momento vivido pelo lutador de Muay Thai, Maurício Ferreira Macedo, o “Bibito”, que conquistou em março deste ano, na Tailândia, o título mundial da modalidade.

O atleta iniciou sua carreira aos 13 anos em um projeto social, tendo aprendido outras artes marciais como jiu-jitsu, kickboxing, boxe e taekwondo. Nessa época, chegou a ser campeão estadual de taekwondo. Entretanto, o lutador teve que parar e um encontro com atuais estrelas do MMA, o fez retomar a carreira.

“Fiquei um bom tempo parado, retornando aos 19 anos, pela amizade e convite do meu amigo Edson Barboza Junior (lutador do UFC). Neste período, conheci o mestre Anderson França (também atuando como treinador de vários atletas do UFC), podendo treinar e aprender com ambos. E na mesma época fui parceiro de treino do Marlon Moraes”, detalha.

Maurício relata que passou a disputar competições profissionais e chegou ao título brasileiro, conquistando uma vaga no Mundial da Tailândia. Entretanto, por falta de patrocínio, não conseguiu realizar este sonho. Isso até esta temporada, quando arrumou diversos parceiros e pôde representar a cidade no país asiático.

“Com o objetivo de me inserir no MMA, voltei a praticar jiu-jitsu e fui campeão brasileiro, garantindo uma graduação na arte suave. Em seguida, venci minha primeira luta de MMA. Então, depois de muito tentar, consegui um patrocínio e um convite para disputar o Mundial de Muay Thai. Com muito empenho, consegui realizar meu sonho e me tornar campeão do mundo”, declara.

Atualmente, Bibito é responsável por descobrir novos talentos do mundo das lutas na cidade de Nova Friburgo e já foi professor do projeto social de Edson Barboza.