MENU

Portal Multiplix

Botafogo é o único carioca a vencer na 12ª rodada do Campeonato Brasileiro

Flamengo arrancou um empate diante do Palmeiras. Flu e Vasco perderam seus jogos

Por Matheus Oliveira
15/06/18 - 08:45
Botafogo é o único carioca a vencer na 12ª rodada do Campeonato Brasileiro Rodrigo Lindoso celebra seu gol no triunfo alvinegro sobre o Furacão na última quarta-feira, no Niltão. | Foto: Divulgação / Luciano Belford (SSPress Botafogo)

A última rodada do Campeonato Brasileiro antes da parada para a Copa do Mundo foi emocionante e teve de tudo um pouco: confusões no jogo entre Palmeiras e Flamengo derrotas de Fluminense e Vasco e um triunfo importante do Botafogo sobre o Atlético Paranaense.

Botafogo

O Botafogo venceu o Atlético-PR por 2 a 0, no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, na noite de quarta-feira,13 de junho e subiu para a nona posição do Campeonato Brasileiro, com 17 pontos. Rodrigo Lindoso e Renan Lodi, contra, marcaram para o time de General Severiano.

O jogo começou com a equipe do Atlético-PR tendo mais a posse de bola e o Botafogo buscando sair em velocidade nos contra-ataques. Os times tinham dificuldade de criar chances. Aos poucos, a equipe alvinegra passou a finalizar mais e ameaçar a meta de Dos Santos em chutes de longe. Aos 33 minutos, Rodrigo Lindoso, de pênalti, abriu o placar para o Glorioso.

No segundo tempo, o Botafogo passou a ficar com a bola e a controlar o jogo. Mas o Furacão equilibrou o duelo e criou as duas melhores chances da etapa até então. Entretanto, quem marcou, foi a equipe da casa, aos 26 minutos. Valencia cobrou escanteio, Yago escorou para Igor Rabello, que marcou com o braço. Porém, o árbitro validou e assinalou gol contra de Renan Lodi. O Glorioso, ainda teve chances para ampliar, entretanto, o placar terminou mesmo 2 a 0.

Flamengo

O Rubro-Negro conquistou um ponto importante ao empatar com o Palmeiras em 1x1, no Palestra Itália, em São Paulo, no duelo marcado por inúmeras confusões e que terminou com seis expulsões: Dudu, Jailson e Luan pelo lado palmeirense; Cuéllar, Jonas e Henrique Dourado dos flamenguistas. O Flamengo segue na liderança do Brasileiro com 27 pontos, quatro a mais que o vice-líder Atlético-MG.

O clássico começo com o Fla ameaçando em cabeçada de Vizeu. Aos poucos, o Palmeiras, passou a trocar passes e a abrir as jogadas pelos lados, criando oportunidades de gol. Aos cinco minutos, Dudu pegou a sobra e cruzou para Bruno Henrique escorar e William abrir o placar.

Depois do gol, o clube da Gávea passou a errar passes e permitir os contra-ataques palmeirenses. Com o passar do tempo, o Rubro-Negro retomou a posse de bola e apostava nos cruzamentos para ameaçar o Alviverde Paulista. Em um deles, Vinícius Junior cruzou, Everton Ribeiro cabeceou e Jailson espalmou. O primeiro tempo terminou com vantagem paulista.

Na segunda etapa, o Flamengo voltou tentando pressionar, mas foi o Palmeiras quem criou três grandes chances e parou no goleiro Diego Alves. Aos nove, a equipe carioca, não desperdiçou a chance e empatou o confronto.

O duelo passou a ficar com muitas faltas e a tensão começou a aumentar. A cada dividida, os jogadores discutiam. Em um contra-ataque, Felipe Melo acertou Vinícius Junior e o árbitro deu apenas amarelo.

No final do jogo, uma confusão generalizada que começou com Cuéllar e Dudu, culminou em briga e expulsões. O meia Moisés teve que ir para o gol, mas não precisou defender nenhuma bola, pois o árbitro acabou a partida logo após a confusão.

Fluminense

A cada rodada que passa, as coisas pioram pelo lado das Laranjeiras. Desfalcado e recheado de jovens, o Fluminense foi derrotado pelo Santos por 1 a 0, no Maracanã, sofreu a sua quarta derrota seguida e caiu para a 12ª posição do torneio nacional.

O duelo começou com o Flu tendo o controle, mas sem conseguir ser efetivo nas conclusões. O Santos se fechava e atuava nos contra-ataques. A primeira finalização foi de Pablo Dyego, aos 20 minutos. O Peixe respondeu em seguida, em chute de Jean Mota. Depois, pressão tricolor que não resultou em vantagem no placar.

Na segunda etapa, a equipe visitante, se organizou e começou a criar mais. Em dois cruzamentos, Bruno Henrique e Gabriel quase tiraram o zero do marcador. O time de Abel Braga não conseguiu ameaçar à meta de Vanderlei. Aos 40 minutos, Bruno Henrique aproveitou cruzamento de Diego Pituca e definiu o triunfo do Peixe no Maraca.

Vasco

O Cruz-Maltino não teve vida fácil, atuando no Beira-Rio, em Porto Alegre, na quarta-feira, dia 13 de junho, e acabou derrotado por 3 a 1 pelo Internacional. O Vasco fica na 11ª posição na tabela do Nacional.

O Colorado abriu o placar logo cedo, aos 10 minutos, através de Nico López, depois de bela jogada de Patrick. O Vasco partiu em busca do empate, mas o Inter mantinha o controle da partida. O jogo ficou aberto e os dois times passaram a criar oportunidades reais de gol. No fim do primeiro tempo, o time gaúcho aumentou a vantagem através de Patric.

No segundo tempo, o clube de São Januário foi em busca da reação e passou a pressionar o Internacional. Assim, aos 20 minutos, Andrey diminuiu e manteve o os cariocas vivos na partida. Só que três minutos depois, Victor Cuesta marcou, de cabeça, e decretou a derrota vascaína no Sul.


É proibida a reprodução total ou parcial dos conteúdos do Portal Multiplix, por qualquer meio, salvo prévia autorização por escrito.