Festa Literária de Madalena tem programação recheada para todas as idades

Evento conta com apresentações musicais, de teatro e, é claro, muita literatura nesse fim de semana

Por Luisa Machado
29/08/19 - 08:52
Festa Literária de Madalena tem programação recheada para todas as idades Santa Maria Madalena recebe, neste fim de semana, a 10ª edição da Flim | Foto: Reprodução/Portal Multiplix

O próximo final de semana é de festa no município de Santa Maria Madalena, na Região Serrana do Rio. A partir desta sexta-feira, 30 de agosto, começa a Festa Literária de Madalena (Flim), que vai oferecer aos moradores e visitantes uma série de atividades de arte, música, cinema e, é claro, muita literatura.

Em 2019, a homenageada pela feira é Nélida Piñon, escritora brasileira com 24 livros publicados, como os romances República dos Sonhos e A Doce Canção de Caetana, traduzidos em mais de 30 países. O evento chega, esse ano, à 10ª edição, e conta com atrações gratuitas em diferentes pontos da cidade.

A abertura da 10ª Flim acontece na Casa de Cultura Professor Francisco Portugal Neves, localizada na rua José Bechara Rafael, no Centro da cidade, com início previsto para às 19h. Durante a cerimônia, será exibido um vídeo de apresentação sobre Nélida Piñon e artistas locais vão subir ao palco para um show em homenagem à escritora convidada.

Ainda na noite de sexta-feira, outras atrações prometem movimentar o município. No restaurante Varanda da Serra, no Centro, vai acontecer uma apresentação de dança cigana, seguida de um show com a banda Flor de Aruanda, no Tendão Cultural, também no Centro de Madalena.

O sábado, dia 31 de agosto, será de programação intensa na festa literária, que já começa às 10h. Durante todo o dia, na Praça Frouthé, a principal do município, mesas e tabuleiros de xadrez estarão à disposição dos visitantes que quiserem jogar uma partida. O Palhaço Ribeirinho também é atração especial na praça e vai proporcionar brincadeiras de incentivo à leitura para crianças e jovens.

Durante o dia, os visitantes da festa poderão conferir bate-papos e palestras com autores e temas voltados para a Região Serrana, como os 110 anos de morte do autor cantagalense Euclides da Cunha e o lançamento do livro Zum-zum-zum das Montanhas, de Tereza Cristina Malcher e Janaína Botelho, sobre Nova Friburgo, cidade vizinha da região.

Ainda no sábado, no Tendão Cultural, palestras sobre temas nacionais serão desenvolvidas a partir das 14h, começando com a exibição de vídeo e bate-papo com o diretor Leonardo Dourado e a roteirista Kristina Michahelles sobre a contribuição dos refugiados do nazismo à cultura brasileira.

Um encontro com a autora homenageada, Nélida Piñon, está agendado para começar às 19h, na Câmara Municipal de Madalena. Para encerrar a noite, às 21h, no Tendão Cultural, um sarau com microfone aberto vai acontecer para quem quiser apresentar alguma intervenção artística. A Banda Mandala se apresenta, em seguida, no mesmo local.

No domingo, último dia do evento, a exposição interativa Das lendas indígenas ao Homem-Aranha estará disponível, na Praça Frouthé, para mostrar a representação dos animais na cultura popular e na cultura pop. Ainda na praça, durante o dia, serão expostos trabalhos infantis sobre a autora homenageada da Flim de 2019.

Na Câmara Municipal de Madalena, às 11h, uma série de jornalistas fará um bate-papo com a população sobre o universo da informação digital, manipulação e censura, fake news e preconceito. Em seguida, na rua Barão de Madalena, um teatro de bonecos com o grupo Trio de Três vai animar a Festa com histórias para todas as idades.

Chegando ao fim, a Festa Literária de Madalena vai apresentar, no Tendão Cultural, um Espetáculo cênico com Cassio Campos, Maria José Silva e Alan Ramos sobre o mito tupi-guarani da criação do mundo. Às 16h, um concerto com a Euterpe Madalenense, no Tendão Cultural, marca o fim das atividades do evento.