MENU

Fale Conosco

(22) 3512-2020

Anuncie

Contato comercial

Trabalhe conosco

Vagas disponíveis

Saiba qual vacina será utilizada na aplicação da dose de reforço contra Covid-19

Ministério da Saúde ampliou aplicação da terceira dose para maiores de 18 anos e incluiu segunda aplicação para quem tomou imunizante da Jansen

Por Redação Multiplix
18/11/21 - 15:46
Saiba qual vacina será utilizada na aplicação da dose de reforço Vacina da Pfizer é o imunizante recomendando para a aplicação da terceira dose | Foto: Banco de Imagem

Nesta semana, o Ministério da Saúde liberou a aplicação da dose de reforço para pessoas abaixo dos 60 anos em todo o país, passou a recomendar a segunda dose da vacina da Jansen (até então era dose única) e estabeleceu a intercambialidade para quem for receber a terceira aplicação.

As mudanças geraram algumas dúvidas, como por exemplo: quem tomou vacinas diferentes na primeira e na segunda dose pode tomar o imunizante de outra fabricante? E quem tomou a Jansen, quando poderá receber a segunda aplicação? E em que momento deverá tomar a dose de reforço?

Veja abaixo as respostas.

Jansen

A partir de agora, uma segunda dose da Janssen será aplicada com intervalo de oito semanas (dois meses) após a primeira, de acordo com o Ministério da Saúde.

Depois da conclusão do ciclo vacinal, uma dose de reforço será aplicada respeitando o prazo de cinco meses recomendado pela pasta.

“Hoje, nós sabemos que é necessária essa proteção adicional. Então, os que tomaram a vacina da Janssen vão tomar a segunda dose do mesmo imunizante. [...] A sequência é: completou cinco meses da segunda dose, receberá uma dose de reforço, preferencialmente com uma vacina diferente", explicou o ministro Marcelo Queiroga.

O Ministério da Saúde afirma que a orientação segue tendência mundial. Nos Estados Unidos, por exemplo, a imunização da Janssen também já vem sendo reforçada.

Dose de reforço

Os resultados preliminares de um estudo da Universidade de Oxford sobre a dose de reforço, encomendado pelo Ministério da Saúde, mostram que o esquema heterólogo - a combinação de vacinas diferentes - aumenta significativamente a imunidade.

A orientação do ministério é que o reforço seja aplicado, preferencialmente, com a vacina da Pfizer.

Um exemplo disso é o caso de uma pessoa que tomou as duas primeiras doses da vacina Coronavac. Ela receberá o imunizante da Pfizer como dose de reforço. O mesmo serve para quem tomou os imunizantes da AstraZeneca ou da Janssen.

Na falta do imunizante da Pfizer, podem ser aplicadas as vacinas AstraZeneca ou Janssen.

O imunizante da Pfizer foi escolhido após estudos mostrarem que existe uma maior resposta imune de vacinas que usam a tecnologia do RNA mensageiro (ao invés de inserir o vírus atenuado ou inativo no organismo de uma pessoa, esse novo imunizante ensina as células a sintetizarem uma proteína que estimula a resposta imunológica do corpo).

Estes são os casos da Pfizer e da Moderna (ainda não disponível no Brasil).

Veja outras notícias das Regiões Serrana e dos Lagos do Rio no Portal Multiplix_


É proibida a reprodução total ou parcial dos conteúdos do Portal Multiplix, por qualquer meio, salvo prévia autorização por escrito.
TV Multiplix
TV Multiplix Comunicado de manutenção TV Multiplix Comunicado de manutenção
A TV Multiplix conta com conteúdos exclusivos sobre o interior do estado do Rio de Janeiro. São filmes, séries, reportagens, programas e muito mais, para assistir quando e onde quiser.