Linhas intermunicipais ficam mais baratas a partir desta segunda-feira

Passagens do interior têm valor reduzido em cerca de 1% após publicação de portaria do Detro

Por Matheus Oliveira
11/02/19 - 14:41
Linhas intermunicipais ficam mais baratas a partir desta segunda-feira Passagens de ônibus sofrem pequeno desconto a partir desta segunda | Foto: João Luccas Oliveira

As passagens das linhas intermunicipais do estado do Rio de Janeiro ficam mais baratas a partir desta segunda-feira, dia 11 de fevereiro, após o Departamento de Transportes Rodoviários (Detro) publicar na última sexta-feira, 8, no Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro, portaria com as novas tarifas dos ônibus e vans intermunicipais.

Segundo o órgão, das 1.187 linhas intermunicipais, 924 terão os valores das passagens reduzidas. De acordo com a nova tabela, a redução é de 3,19% nas tarifas dos ônibus que operam dentro da Região Metropolitana e de 1,08% nas linhas convencionais do interior.

Com relação às vans, o cálculo tarifário é realizado de acordo com decreto 40.872, que determina que os valores praticados sejam 10% superiores aos do serviço convencional de transporte coletivo. As tarifas de todas as linhas intermunicipais dos ônibus e vans estão disponíveis no site do Detro.

Na Região Serrana, a tarifa de Nova Friburgo para Macuco, via Cantagalo, por exemplo, passa a custar R$18,95. Já de Nova Friburgo para Cachoeiras da Macacu terá o valor de R$ 11,85. Já a passagem de quem sai do Rio com destino a Nova Friburgo, será de R$ 38,95. Entretanto, no site da Viação 1001, os valores oferecidos nesta segunda ainda são os anteriores à portaria.

Em comunicado, a Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Rio de Janeiro (Fetranspor), informou que “foi surpreendida com o percentual aplicado pelo poder concedente, pois não cobre todos os custos assumidos pelas operadoras no ano anterior”. A instituição informou ainda que todos os custos do setor aumentaram no ano passado.

Cálculo

Os índices foram determinados pelo resultado da aplicação da planilha tarifária modelo do Grupo Executivo de Integração da Política de Transportes (Geipot) - planilha-base do Ministério dos Transportes, atualizada conforme estudos técnicos. Assim como a maior parte dos municípios e estados brasileiros, o Detro utiliza os parâmetros estabelecidos pelo Geipot, conforme o documento “Instruções Práticas para Cálculo de Tarifas de Ônibus Urbanos”.

De acordo com esta metodologia, são considerados no cálculo os preços dos insumos e os indicadores operacionais, como: tipo de veículo (urbano ou rodoviário); região por onde circula (Metropolitana ou Interior); quilometragem; média de passageiros transportados etc. Dos índices que deveriam ser aplicados conforme o Geipot, foi abatido o repasse financeiro concedido em 2017 pelo Estado referente às gratuidades, no valor de R$ 35,7 milhões, e a devolução de R$ 0,28, valor corrigido dos R$ 0,27 cobrados dos usuários das linhas intermunicipais ao longo de 2017.