Em ano de Copa do Mundo, conheça a ligação de Nova Friburgo com a Seleção Brasileira

Além de abrigar a delegação canarinho em duas oportunidades, a cidade também teve filhos da terra vestindo a emblemática camisa amarelinha

Por Fernando Moreira
02/07/18 - 14:11
Nova Friburgo já foi ‘casa’ da Seleção Em ano de Copa do Mundo, conheça a ligação de Nova Friburgo com a Seleção Brasileira. | Banco de imagens

2018 é ano de Copa do Mundo e, quando falamos na maior competição esportiva do planeta, logo vem à cabeça a Seleção Brasileira, única pentacampeã do Mundial. E você sabia que o escrete canarinho tem uma ligação estreita com Nova Friburgo? Além de alguns friburguenses já terem vestido a amarelinha, a equipe se preparou na cidade em duas ocasiões: a primeira em 1954, antes da Copa do Mundo da Suíça, quando enfrentou a Seleção Friburguense em amistoso, e em 1962, às vésperas da disputa da Copa do Mundo do Chile, quando terminou com o bicampeonato mundial.

NOVA FRIBURGO: A ‘CASA’ DA SELEÇÃO

Em 16 de maio de 1954, aniversário de Nova Friburgo, a seleção canarinho enfrentou a Seleção Friburguense em um torneio amistoso. Foram três jogos, o primeiro vencido pelo Brasil por 3×2. No segundo, nova derrota friburguense, desta vez por 1×0, mesmo placar do terceiro e último amistoso, que desta vez terminou com vitória da Seleção de Nova Friburgo, marco relembrado até hoje pelos amantes de futebol da cidade.

Já em 1962, a seleção canarinho retornou a Nova Friburgo em preparação para o Mundial do Chile, que seria disputado naquele mesmo ano. Como o Centro de Treinamento da Granja Comary, em Teresópolis, só seria construído décadas depois, em 1987, a seleção de Garrincha, Pelé, Didi, Nilton Santos e outros craques se concentrou na chamada Suíça Brasileira. Segundo publicação na sessão Acervo, do jornal carioca O Globo, “na chegada à cidade, no dia 9 de abril (de 1962), os jogadores foram recebidos com aplausos pelos moradores durante desfile do ônibus que levava o grupo”.

FRIBURGUENSES QUE VESTIRAM A AMARELINHA

Alguns jogadores friburguenses também têm história com a seleção canarinho, e dois deles ainda estão em atividade: Luiz Gabriel Ribeiro, o Biel, começou a carreira no Flamengo e hoje atua no futebol da Itália, e Rafael Galhardo, também revelado pelo Flamengo, atualmente no Cruzeiro. Apesar de não ter nenhuma passagem pela seleção principal, Galhardo foi um dos destaques da equipe que se sagrou campeã Sul-Americana e mundial sub-20 em 2011.

Gustavo Nery é outro filho da terra que teve a honra de vestir a camisa da Seleção Brasileira. O lateral-esquerdo foi campeão da Copa América em 2004 e convocado diversas vezes nesse período. O atleta estava cotado para ser um dos 23 convocados de Carlos Alberto Parreira para a Copa do Mundo de 2006, mas acabou preterido às vésperas do Mundial. Apesar de não ser friburguense de nascimento, o carioca Jorge Eduardo Gomes de Souza, ou simplesmente Eduardo, jogou em diversos grandes clubes brasileiros e, em algumas oportunidades, também defendeu a Seleção Brasileira. O jogador encerrou a carreira no Friburguense, até hoje trabalha nas divisões de base do clube e adotou Nova Friburgo como sua cidade. Eduardo esteve cotado para ser um dos convocados para a Copa de 1990, na Itália, mas acabou deixado de lado pelo então técnico Sebastião Lazaroni na lista final.