Corujão vence o Estrela do Mar e conquista a Supercopa de Futebol Amador de Friburgo

Equipe de Olaria superou o rival por 2 a 0 em dia marcado por festa no estádio Márcio Branco

Por Matheus Oliveira
30/07/18 - 15:54
Corujão vence o Estrela do Mar e conquista a Supercopa de Futebol Amador de Friburgo Corujão levou a melhor sobre o Estrela do Mar e faturou a Supercopa, no estádio Márcio Branco. | Foto: Divulgação/ Rede Social

Com uma verdadeira festa, a final da Supercopa de Futebol Amador de Nova Friburgo, aconteceu neste domingo, dia 29 de julho, entre Corujão, de Olaria, e o Estrela do Mar, de São Pedro da Serra, no estádio Márcio Branco, no Stucky. O Corujão venceu por 2 a 0 e celebrou o tricampeonato da competição. O evento contou ainda com um torneio entre escolinhas da cidade e diversas apresentações musicais.

Na grande decisão, aconteceu um jogo disputado e equilibrado. No primeiro tempo, o Estrela teve maior volume de jogo e finalizou mais, porém, quem marcou foi o Corujão aos 37 minutos do primeiro tempo, com o lateral Ramon, que invadiu a área e bateu cruzado, sem chances para o arqueiro rival.

No segundo tempo, o Corujão passou a trocar passes e a controlar o jogo, aproveitando os espaços deixados pelo adversário. Aos 23 minutos, Márcio “Ronaldinho” recebeu de Elenilson e aumentou o marcador. O autor do segundo gol foi eleito o melhor jogador da final e terminou esta edição da Supercopa como artilheiro, com oito gols. No fim, restou ao Corujão administrar a vantagem e celebrar a taça com sua torcida.

O atacante Márcio, de 36 anos, comemorou o feito do time de Olaria.

“Na minha opinião, o fator determinante para o título foi o comprometimento do time em buscar este tricampeonato. Demos o nosso máximo para levantar a taça, resgatamos a tradição do Corujão, pois vencemos as duas primeiras edições da competição”, disse, destacando ainda a força do futebol amador.

“No futebol amador atual, todos se preparam durante a semana para chegar muito bem no dia do jogo. E quem não estiver bem, não joga. E na hora que a bola rola, é ritmo de competição, pois todos querem vencer”, complementou.

Antes da grande decisão, aconteceu a competição sub-10 com oito escolinhas da cidade e que teve como campeões o Projeto Guerreirinhos, de São Pedro e o Grêmio de Conselheiro Paulino. Também aconteceram shows e apresentações humorísticas.

Um dos organizadores do evento, Jailson Silveira, avaliou a edição da Supercopa e a festa realizada na grande final.

“Este evento fechou com chave de ouro essa edição da competição, pois foi um dia maravilhoso com disputa entre as escolinhas, shows, atividades infantis e a reunião de muitas famílias. Na final, tivemos um grande jogo que representou o espírito da Supercopa, de resgatar e motivar os atletas amadores da cidade. Desde já, começamos a preparar o torneio do ano que vem”, informou.