Portal Multiplix

Pesquisadores registram primeiro caso de leucismo em onça-parda, na Serra dos Órgãos

Fotografia foi feita durante pesquisa que será divulgada em janeiro do ano que vem

Por Matheus Oliveira - 06 de Dezembro de 2018, 14:37
Pesquisadores registram primeiro caso de leucismo em onça-parda, na Serra dos Órgãos Onça, com ausência de pigmentação, foi registrada pela primeira vez na Serra dos Órgãos | Foto: Reprodução/Redes Sociais

Em uma pesquisa de desenvolvimento científico, uma equipe do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), conseguiu registrar pela primeira vez um caso de leucismo em onça-parda, no Parque Nacional da Serra dos Órgãos, que corta cidades da Região Serrana do Rio de Janeiro. O estudo será divulgado pela revista CatNews, da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN) e foi realizado pela equipe do Parque Nacional da Serra dos Órgãos (Parnaso), liderado pela analista ambiental Cecília Cronemberger .

“Pesquisa muito especial!!! Esse é o primeiro registro de leucismo em onça-parda (puma concolor) na natureza. Obrigado e parabéns ao time do parnaso, Cissa, Fabi, Zuka e Julião. Nosso paper sobre esse registro sensacional sai na revista CatNews, da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN)”, afirmou Lucas Gonçalves, pesquisador colaborador do projeto, nas redes sociais.

O registro do animal foi compartilhado diversas vezes nas redes sociais por instituições ligadas à preservação do meio ambiente e amantes da natureza.

O leucismo, diferentemente do albinismo, ocorre na falta de pigmentação em parte ou partes do corpo de um animal, enquanto o albinismo é a ausência total da melanina. O leucismo pode envolver ainda outros tipos de pigmentos.

Esta é uma particularidade genética, devido a um gene recessivo, que confere a cor branca a animais que geralmente são coloridos. É a falta de pigmentação em partes do corpo de algum animal, podendo ter fundo genético, metabólico ou até de alimentação.

Parque Nacional da Serra dos Órgãos

O Parque Nacional da Serra dos Órgãos é uma Unidade de Conservação Federal de Proteção Integral, subordinada ao Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), que possui o intuito de preservar amostras representativas dos ecossistemas nacionais.

O Parnaso foi criado em 30 de novembro de 1939, sendo o terceiro parque mais antigo do País, representando um importante marco na história das Unidades de Conservação Brasileiras.

Além disso, também é um dos melhores locais do país para a prática de esportes de montanha, como escalada, caminhada e rapel. O Parque tem a maior rede de trilhas do Brasil. São mais de 200 quilômetros de trilhas em todos os níveis de dificuldade: desde a trilha suspensa, acessível até a cadeirantes, até a pesada Travessia Petrópolis-Teresópolis, com 30 Km de subidas e descidas pela parte alta das montanhas.