MENU

Portal Multiplix

Psicopedagoga orienta pais sobre como lidar com as crianças no isolamento social

Com aulas suspensas e a recomendação das autoridades para que as pessoas fiquem em casa, é preciso usar a criatividade para manter os pequenos entretidos, mas em constante aprendizado

Por Paula Winter
25/03/20 - 16:33
Psicopedagoga orienta pais sobre como lidar com as crianças no isolamento social É momento de planejar uma rotina que una diversão e disciplina, diz psicopedagoga | Foto: Banco de Imagem

A pandemia do novo coronavírus vem mudando a rotina e os hábitos das famílias. Com as aulas suspensas, a criançada, em casa, também sente os efeitos da mudança.

Em uma fase ativa, curiosa e ao mesmo tempo de crescimento, como agir para que o desenvolvimento dos pequenos não fique prejudicado? De acordo com a psicopedagoga clínica e institucional, Fabiana Amaral, é momento de planejar uma rotina que una diversão e disciplina.

“Sugiro que faça um planejamento semanal e cada dia trabalhe uma atividade diferente. Exemplo: culinária, contação de histórias, jogos, como quebra-cabeça, jogo da memória, blocos de montar, música, atividades de coordenação motora... Assim, eles não enjoam da atividade e é uma maneira de aprender brincando”, explica.

Mas antes de partir para as atividades do cotidiano, a orientação é que as crianças saibam do que está acontecendo e o porquê estão em isolamento domiciliar, já que apesar do tempo livre isso não é caracterizado como férias. A conscientização desse momento facilita no envolvimento e na compreensão do que vai ser proposto e do que estão enfrentando.

“As crianças precisam saber, claro, dentro de um contexto que condiz com sua idade. Elas precisam entender a importância de lavar as mãos com água e sabão, o uso de álcool em gel, enfim, todo o cuidado com a higiene”, comenta a psicopedagoga.

E se para muitos o momento é de descanso, lazer, maratonando filmes e séries, por exemplo, para as crianças é preciso saber os limites na hora da descontração.

Costumo dizer que ‘combinado não sai caro’. Fazer um acordo com a criança, estipulando horários, fazendo um cronograma e sabendo respeitá-lo. Se tiver mais de uma criança, é legal atividades onde envolvam todos. É importante ressaltar que os pais também participem desses momentos, sejam lúdicos ou pedagógicos.

A escola se torna referência para as crianças durante o crescimento. Além de ser um local de aprendizado, se torna um espaço de socialização. Para minimizar os impactos da ausência da rede de ensino no dia a dia da criança, muitas escolas estão usando recursos online.

“É fundamental que a criança esteja ‘conectada’ à escola para que essa ausência não seja tão prejudicial”, alerta Fabiana.

Para os pais, a dica é aproveitar o isolamento para se aproximar do filho(a) e dedicar um tempo maior à família.

“Visto a correria do dia a dia, muitos pais não podem estar esse tempo com o filho. Já que estamos em quarentena, é tempo dos pais se dedicarem, estarem com seus filhos. Escolham um cantinho da casa só para isso, organizado e limpo, para terem prazer em estar ali e aproveitem esse momento, para quando tudo isso passar, as crianças não terem tantas dificuldades”, finaliza.


É proibida a reprodução total ou parcial dos conteúdos do Portal Multiplix, por qualquer meio, salvo prévia autorização por escrito.