Nova Friburgo sedia encontros da área de Tecnologia da Informação

Cidade será palco de iniciativas que visam fortalecer um setor estratégico para a economia

Por Matheus Oliveira
24/08/18 - 09:14
Nova Friburgo sedia encontros da área de Tecnologia da Informação Profissionais de Nova Friburgo pretendem fortalecer o setor de Tecnologia da Informação. | Foto: Gee Santos

A cidade de Nova Friburgo terá nos próximos dias diversas ações voltadas para a área de Tecnologia da Informação, setor estratégico para aquecer a economia local. Nos dias 24, 25 e 26 de agosto, acontece o whorkshop Projeto INSaNe, no Hotel Buscky. Já na próxima segunda-feira, dia 27 de agosto, ocorrerá um encontro com profissionais do setor, organizado pela Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Ensino Profissional e Superior da cidade, das 17h às 18h. O evento acontece no Centro Administrativo César Guinle, antigo prédio da Oi (em frente à Prefeitura), situado na Avenida Alberto Braune, no Centro da cidade.

Projeto INSaNe

No projeto INSaNe, os objetivos são atualizar os presentes sobre o andamento de pesquisas, promover a cooperação dos grupos, planejar os experimentos a serem executadas nos próximos meses e fazer uma avaliação crítica sobre o andamento dos trabalhos. Acontecerão palestras de 15 a 20 minutos e apresentações de diversos projetos da área de Tecnologia da Informação. O evento será um trabalho de cooperação científica entre a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), através do Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia (COPPE), da Universidade Federal do Pará e da Universidade de Massachusetts para melhorar a segurança digital. No fim, será elaborado um resumo sobre os trabalhos realizados.

Encontro de profissionais

Buscando promover uma integração maior no setor de Tecnologia da Informação (TI), desenvolver ações conjuntas e fortalecer os profissionais da cidade, este primeiro encontro de profissionais promovido pelo setor público tem o intuito de ser informal, iniciar uma troca de ideias e traçar um caminho para o setor, como explica o Subsecretário de Ciência, Tecnologia, Inovação e Ensino Profissional e Superior, Loyola Bechara.

“Tomamos essa iniciativa para unir o setor de TI, pois a gente vê diversas linhas de financiamento sendo lançadas e isso não chega ao conhecimento de todos os nossos profissionais. Além disso, nossa intenção é unir e conhecer quem trabalha na área. Queremos ser um canal para levar ao mercado oportunidades oferecidas por instituições como a Firjan”, destacou.

Loyola ressaltou ainda que a grande dificuldade atual da área em Nova Friburgo é a falta de mão de obra.

“A grande dificuldade é a mão de obra, pois as faculdades formam pessoal, porém, muitos acabam indo trabalhar em outras cidades. Frequentemente, existe a procura por programadores e analista de sistemas na cidade. Vamos estudar o que a gente pode fazer para alavancar esse setor e oferecer oportunidade de trabalho para as pessoas que se formam aqui”, revelou.

“Esse setor é estratégico para o crescimento da região. É uma indústria limpa, que gera riqueza e por isso precisamos fortalecer a área. Temos um exemplo da Alterdata, que é aqui do lado, em Teresópolis e queremos empresas desse nível em Friburgo”, contou.

O subsecretário destacou também a importância da participação de profissionais da área, técnicos, alunos e empresários que possuem algum vínculo com Nova Friburgo.

“Fiz um cadastro prévio de pessoas e procuro pessoas quem tenha algum vínculo com a cidade. Ou então trabalham em setores que possam vir a colaborar. Esse primeiro vem tendo uma boa receptividade. Estamos em contato com o Sebrae para desenvolver um Plano de Ação para fortalecer o ramo de TI”, concluiu.