Você realmente precisa de tudo o que tem hoje?

Venda de usados, além de gerar renda, abre espaço para circular energia dentro de casa

Por Ana Blue
30/07/18 - 10:11
Você realmente precisa de tudo o que tem hoje? Venda de usados, além de gerar renda, abre espaço para circular energia dentro de casa. | Foto: Banco de Imagem

Ao contrário dos textos que dão dicas sobre como economizar dinheiro aproveitando melhor as coisas que compramos para casa, este é para dizer: livre-se delas! Mas, calma, não é para dar a louca e jogar tudo no lixo, não – até porque, não dá para economizar nada se você tiver que comprar tudo de novo. É para se livrar daquilo que você não usa mais – e nem precisa ser no lixo: pode ser na internet. E ainda dá para fazer uma graninha.

De roupas a móveis, artigos de decoração a bugigangas, diga com sinceridade: você usa frequentemente as coisas que tem em casa? Além de tomar espaço, elas podem tomar também a sua energia, sabia? O Chi, ou a energia vital, segundo os chineses, não circula bem em ambientes atulhados. Lembra daquela máxima da vovó que dizia que quem arruma o guarda-roupa arruma a cabeça? Ela tinha razão.

A gente guarda muita coisa que não precisa, mas que talvez para outra pessoa ainda tenha serventia. Sempre que possível, o ideal é doar esses pertences, mas tudo bem, é difícil se desfazer de algo que custou dinheiro, ainda mais em tempos de crise. Então, a venda pela internet pode ser uma boa opção. Confira na lista alguns destinos que você pode dar para aquilo que não usa mais – você pode renovar a energia de casa, ganhar espaço para coisas novas e, de quebra, engordar o porquinho. São cinco sites que se enquadram no conceito de economia colaborativa, que consiste em conectar pessoas com interesses e necessidades comuns e, dessa forma, facilitar a venda, o compartilhamento e a troca de serviços e objetos.

1) Mercado Livre

Lá se vende tudo quanto é tipo de objetos usados. Num período de 60 dias o anúncio e a venda são isentos de tarifas, mas o vendedor pode optar por um anúncio por tempo ilimitado, que custa 10% sobre o valor total da venda. A entrega é pelos Correios e o site tem ainda um sistema que avalia compradores e vendedores – o que garante alguma segurança nas transações.

2) OLX

O site reúne anúncios gratuitos de diversas categorias de produtos usados, como móveis, acessórios para bebês e eletrônicos. Vendedores que tiverem cinco produtos anunciados no site podem criar uma loja virtual, também sem custos. Pagamento e entrega devem ser combinados entre comprador e vendedor. 

3) Estante Virtual

Especializado em livros usados, para anunciar é necessário optar por um dos planos de assinatura oferecidos pelo site. A plataforma tem uma ferramenta de pagamento online e os custos do envio são repassados aos compradores.

4) Remobile

Venda de móveis e objetos de decoração usados. É preciso fazer um cadastro do produto, que passará por análise do site. Aprovado, o item será vendido pelo valor sugerido pelo anunciante, somado a uma taxa cobrada pelo site. O vendedor recebe sua parte em até 30 dias úteis, já descontada a comissão de 20% cobrada pelo site para intermediação do negócio. Custos de retirada e entrega são repassados ao comprador.

5) DescolaAí

O site reúne diversas categorias de produtos usados, como eletrônicos, ferramentas e utensílios domésticos, e o cadastro do produto é gratuito. O vendedor arca com uma comissão de 10% sobre a venda quando a transação é concluída. A plataforma oferece um sistema de pagamento virtual.