Veja quais os principais erros na hora de declarar o Imposto de Renda

O principal erro é o de preenchimento de rendimentos que não são tributáveis

Por Matheus Oliveira
07/03/19 - 17:20
Veja quais os principais erros na hora de declarar o Imposto de Renda Erros no Imposto de Renda acabam gerando um transtorno ao contribuinte | Foto: Divulgação/Agência Brasil

O prazo para declaração de Imposto de Renda 2019 começou nesta quinta-feira, dia 7 de março, e muitas pessoas tentam se adiantar e enviar as informações nos primeiros dias. Entretanto, tamanha pressa pode resultar em erro e fazer o contribuinte cair na malha fina. Para isso, o Portal Multiplix ouviu uma especialista que enumerou os principais erros e indicou qual a maneira correta de se fazer a declaração.

A contadora Gleicy Schuenck afirma que faz em torno de 250 declarações de IR de pessoas físicas durante este período.

“Faço em torno de 250 declarações de pessoas físicas. As jurídicas têm prazo diferenciado, de acordo com a tributação de cada uma. Faço a escrita de empresas tributadas no Simples Nacional e as de lucro presumido. Geralmente, as de Simples o prazo para entrega é até o final de março e as de Lucro no final de junho, podendo variar de acordo com o fisco”, revela.

Ela destacou quais os principais erros cometidos pelos contribuintes e o perfil de quem faz a declaração.

“Os principais erros são os de preenchimento de rendimentos que não são tributáveis, que são considerados isentos, e o contribuinte, por falta de informação, acaba tributando um rendimento que não gera o devido imposto, com isso, gerando um imposto maior. São vários tipos de contribuintes que são considerados obrigatórios, seja por rendimento ou por imóvel adquirido”, afirma.

“A maior parte que adquire meu serviço é contribuinte que tem imposto de renda retido na fonte e alguns profissionais liberais e autônomos que como não têm vínculo empregatício fazem a declaração para ter um comprovante de renda”, diz.

Ela ainda aconselha contratar um profissional para evitar cair na malha fina e deu dicas para que a declaração seja preenchida da maneira correta.

“É sempre importante contratar um profissional para fazer a declaração de imposto de renda para evitar erros que futuramente possam acarretar uma dívida ou até mesmo gerar um imposto de renda maior para restituir indevidamente. Principalmente para as pessoas que tem restituição de imposto de renda é muito importante que faça o mais rápido possível, pois, quanto mais cedo fizer, mais cedo terá o seu imposto restituído. Este ano, a principal diferença é que todos os dependentes têm que ter CPF, independentemente da idade”, declaram.