Polícia busca, em Friburgo, suspeito de matar universitária após fim de namoro no Rio

Bruno Ferreira Correia e a família são do município da Região Serrana

Por Redação Multiplix
27/06/19 - 14:39
Polícia busca, em Friburgo, suspeito de matar universitária após fim de namoro no Rio Polícia fez buscas na casa de parentes do suspeito, em Nova Friburgo, Região Serrana do Rio | Foto: Reprodução/Portal Multiplix

No último sábado, 22 de junho, a estudante de Ciências Sociais da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Luíza do Nascimento Braga, de 25 anos, foi encontrada morta dentro de casa, em Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio. O suspeito de matar a jovem é o ex-namorado, de Nova Friburgo, cuja família mora na cidade da Região Serrana.

Na quarta, a Polícia Civil fez buscas na casa dos parentes de Bruno, localizada no bairro Solares, em Nova Friburgo, mas o suspeito não foi encontrado. A Justiça decretou, na última terça, a prisão temporária do universitário, de 36 anos, que também é estudante da UERJ.

Segundo a Delegacia de Homicídios da Capital, uma perícia foi realizada no local do crime e, além disso, parentes de Luíza também foram ouvidos.

A reportagem do Portal Multiplix não conseguiu contato com a família do suspeito.

O caso

De acordo com o depoimento de familiares de Luíza à polícia, antes do dia do crime, Bruno havia ligado para a jovem dizendo que estava doente e solicitou ajuda para levá-lo ao hospital. A estudante chegou a comunicar aos pais que iria se encontrar com o universitário e que o levaria a uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Depois de a jovem ter ido até a casa do suspeito, ela ficou incomunicável. A partir daí, os pais da vítima ficaram preocupados.

Ainda segundo os depoimentos, várias tentativas de ligação foram feitas, mas ninguém atendia. Até que, em determinado momento, os pais começaram a receber mensagens, supostamente da filha, pelo aplicativo WhatsApp. Ainda assim, os pais não ficaram convencidos de que era a filha que se comunicava e resolveram ir até a casa do ex-namorado, onde a jovem foi encontrada morta.

Luíza havia retornado para a casa dos pais após o fim do relacionamento e eles desconfiam que essa seja a principal causa da morte da jovem, visto que o ex-namorado seria ciumento e não aceitava o fim do namoro.

De acordo com o exame do Instituto Médico Legal, Luíza foi encontrada com sinais de estrangulamento e perfurações por objetos cortantes. O corpo da estudante foi enterrado no dia 24 de junho.