MENU

Portal Multiplix

Nova Friburgo cria programa pioneiro de recuperação para homens agressores

A cidade serrana iniciou projeto de prevenção liderado pela Secretaria de Políticas Sobre Drogas

Por Redação Multiplix
10/08/18 - 17:17
Nova Friburgo cria programa pioneiro de recuperação para homens agressores Cidade desenvolve projeto para prevenir agressões contra as mulheres. | Foto: Amanda Tinoco / Arquivo

Celebrando um marco importante de proteção às mulheres- os 12 anos da Lei Maria da Penha-, tema de significativa relevância para a mudança no trato da violência doméstica no país e punição aos agressores, o município de Nova Friburgo, através de parceria firmada entre a Prefeitura e o Poder Judiciário, criou um programa para atendimento aos homens agressores, após a identificação da necessidade de oferecer a eles uma orientação sobre a questão, além do suporte dado às mulheres vítimas de algum tipo de agressão.

Segundo dados do Executivo, cerca de 90% dos casos de violência doméstica estão relacionados ao uso de álcool e/ou drogas. Desta forma, o trabalho foi idealizado e será conduzido pela Secretaria de Políticas sobre Drogas, que, após o encaminhamento feito pelo Poder Judiciário, irá acolher o agressor e dar a ele, por meio de uma equipe multidisciplinar, o suporte necessário, seja ele psicológico ou de oportunidade para ele não repetir a ação.  O tempo de duração do acompanhamento vai depender do caso e da determinação feita pelo juiz.

 “Por trás de uma agressão à mulher, entre outros pontos, está arraigada uma forte questão cultural, que faz o homem, que comete este tipo de atitude, acreditar que pode fazer qualquer coisa como forma de imposição de sua masculinidade. E o que nós da Secretaria de Política sobre Drogas queremos é ter um novo olhar sobre ele, que tem uma agressividade latente potencializada pela bebida ou droga”, pontua Dra. Rosângela Cassano, advogada da secretaria e idealizadora do programa.

Para o responsável da pasta, Daniel Lage, é grande a expectativa de estar à frente deste trabalho na cidade que, além de ser pioneiro na região, mostra a grande preocupação do prefeito Renato Bravo com a causa.  

 “Acreditamos muito na eficiência que teremos com esse novo desafio e estamos muitos satisfeitos com a confiança do Judiciário no Executivo para atuação nesta questão. O objetivo principal é fazer o agressor repensar suas atitudes e reinseri-lo no âmbito familiar e social. Esse é um problema de todos, grave, e, para o qual, não podemos fechar os olhos”, disse.

Nova Friburgo é a única cidade no estado do Rio e está entre as 14 cidades do país a contar com uma pasta destinada exclusivamente ao trabalho de combate e prevenção ao uso de drogas. A secretaria atua com uma equipe multidisciplinar de profissionais, como psicólogo, pedagogo e professores, e trabalha em cima de três eixos: prevenção, tratamento e reinserção social. Nos últimos três meses, a média mensal de atendimentos esteve entre 20 a 30 casos decorrentes de algum tipo de dependência química. Durante o último ano já foram realizados 130 atendimentos.