MENU

Portal Multiplix

Secretária de Saúde de Friburgo pede demissão duas semanas após assumir cargo

Emmanuele Marques assumiu a pasta no dia 13 de junho, após saída de Tânia Trilha

Por Redação Multiplix
28/06/19 - 18:39
Secretária de Saúde de Friburgo pede demissão duas semanas após assumir cargo Emmanuele Marques assumiu a pasta no dia 13 de junho, após saída de Tânia Trilha | Foto: Reprodução/Portal Multiplix

Emmanuele Marques não é mais secretária de Saúde de Nova Friburgo. Segundo a assessoria de Comunicação da prefeitura, a então secretária entregou carta pedindo demissão do cargo às 17h25 desta sexta-feira, 28. De acordo com o executivo, Emmanuele alegou que o pedido de exoneração era por motivo pessoal e de caráter individual.

Esta é a segunda baixa na Secretaria de Saúde do município em apenas 15 dias, já que Emmanuele assumiu a pasta no dia 13 de junho, após a saída de Tânia Trilha. Ao todo, a cidade teve cinco secretários desde o início da gestão Renato Bravo.

Na época da nomeação, o Executivo informou que a nova secretária de Saúde tinha ampla experiência e, além de formada em assistência social, possuía em seu currículo certificação de auditora em processos de saúde. “À frente da nova pasta, Emmanuele vai atuar com foco na humanização dos processos do SUS e centralidade no paciente”, dizia trecho do comunicado enviado à imprensa.

Ainda não foi informado se o atual subsecretario de Saúde, Yanes José Martinez, permanecerá à frente da pasta.

Saída ocorre em meio à crise na Saúde

Diversas polêmicas envolvendo a área da Saúde marcaram os últimos 15 dias. No dia 25, a Justiça determinou a interdião da cozinha, despensa e lavanderia do Hospital Maternidade de Nova Friburgo. No dia 26, o Poder Judiciário obrigou a prefeitura a realizar melhorias no Hospital Municipal Raul Sertã em um prazo de 90 dias.

Também na última quarta-feira, 26 , o diretor médico do Hospital Municipal Raul Sertã, Thiago Vicente Canto, deixou o cargo depois de quase dois meses à frente da pasta. Neste ano, esse é o segundo pedido de demissão da direção do Hospital que a prefeitura recebe.

Na semana anterior, a informação de que mais de sete mil doses de vacina contra a gripe tinham estragado por mau funcionamento em refrigeradores do Posto Silvio Henrique Braune repercutiram amplamente na cidade.

O executivo também enfrenta uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), na Câmara Municipal, que investiga contratos suspeitos realizados durante gestão anterior. A divulgação do relatório final da CPI está prevista para o mês de julho.