MENU

Portal Multiplix

Fale Conosco

(22) 3512-2020

Anuncie

Contato comercial

Trabalhe conosco

Vagas disponíveis

Falta de condições de trabalho no Hospital Raul Sertã, em Nova Friburgo, preocupa Cremerj

Após denúncia, órgão faz vistoria e encontra situação caótica do hospital público que também atende outros 13 municípios da região

Por Redação Multiplix
03/05/21 - 10:20
Falta de condições de trabalho no Hospital Raul Sertã, em Nova Friburgo, preocupa Cremerj Hospital Municipal Raul Sertã, em Friburgo, recebeu vistoria do Conselho Regional de Medicina | Foto: Reprodução/Portal Multiplix

Uma denúncia, feita por médica plantonista da área Covid-19 no Hospital Municipal Raul Sertã, em Nova Friburgo, Região Serrana do Rio, no último dia 24, provocou o Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro (Cremerj) que encaminhou o caso ao médico Marcelo Orphão Motta, delegado do Cremerj — Nova Friburgo, pedindo providências.

Representantes do Cremerj estiveram, na terça-feira, 27, em Nova Friburgo para avaliar a situação do Hospital Raul Sertã e da saúde pública no município.

A vistoria foi realizada por diretores e conselheiros do conselho, médicos fiscais e teve o acompanhamento da Defensoria Pública de Tutela Coletiva. Durante a visita, foi encontrada falta grave de insumos e até de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), como aventais, além do número insuficiente de profissionais para atuar na assistência dos pacientes.

“O estoque de medicamentos também nos chamou a atenção, já que alguns fármacos estavam com déficit total. Além disso, a unidade não contava com um fluxo adequado para separar os pacientes com suspeita de Covid-19 e havia superlotação”, destacou o diretor do Departamento de Fiscalização (Defis) do Cremerj, Guilherme Nadais.

A sobrecarga de trabalho foi outro fator preocupante.

“Médicos e demais profissionais de saúde precisam de condições para trabalhar. E vimos que a situação está crítica no Raul Sertã”, frisou a diretora da Coordenação das Delegacias do Cremerj, Beatriz Costa, lembrando que, de acordo com o Código de Ética Médica, “é direito do médico se recusar a exercer a profissão em instituição pública ou privada onde as condições de trabalho não sejam dignas ou possam prejudicar a própria saúde ou a do paciente, bem como a dos demais profissionais. Neste caso, ele deve comunicar imediatamente sua decisão à comissão de ética e ao Conselho Regional de Medicina”.

O diretor do Conselho Carlos Romualdo Gama, que também esteve na visita, informou que o Defis elaborará um relatório, contendo todas as não conformidades, e que, no início de maio, promoverá uma reunião com a Prefeitura de Nova Friburgo e a Secretaria Municipal de Saúde. “Também convidamos a Defensoria Pública e o Ministério Público. Providências precisam ser tomadas rapidamente”, disse.

Segundo o delegado do Cremerj em Nova Friburgo, Marcelo Orphão, as deficiências da rede pública de saúde da cidade não são de hoje, mas, devido à pandemia e ao aumento do número de casos de infectados, a situação se complicou.

“É sério o que acontece no Raul Sertã. Estamos apurando denúncias de profissionais e pacientes. É preciso garantir a qualidade do atendimento da nossa população”, declarou.

O defensor público Christian Barcellos também acompanhou toda a fiscalização.

Veja outras notícias da Região Serrana do Rio no Portal Multiplix.


É proibida a reprodução total ou parcial dos conteúdos do Portal Multiplix, por qualquer meio, salvo prévia autorização por escrito.
TV Multiplix
TV Multiplix Comunicado de manutenção TV Multiplix Comunicado de manutenção
A TV Multiplix conta com conteúdos exclusivos sobre o interior do estado do Rio de Janeiro. São filmes, séries, reportagens, programas e muito mais, para assistir quando e onde quiser.