Professores da rede municipal de Cachoeiras de Macacu fazem paralisação

Categoria diz que não recebeu férias referentes a janeiro

Por Sara Schuabb
14/03/19 - 16:43
Professores da rede municipal de Cachoeiras de Macacu fazem paralisação Paralisação da rede municipal de Cachoeiras da Macacu atinge 6.936 estudantes do ensino fundamental | Foto: Reprodução/Portal Multiplix

Professores da rede municipal de Cachoeiras de Macacu - município localizado na Região Metropolitana do Rio, a 23 km de Nova Friburgo, entraram em greve de advertência de 48 horas nesta quinta-feira 14 de março, a partir da assembleia realizada na última quarta-feira, 13, por conta do atraso de pagamento das férias que deveriam ser pagas em janeiro deste ano. A rede municipal de ensino tem 1.429 professores que atendem 6.936 estudantes.

Segundo o professor e coordenador do sindicato dos professores de Cachoeiras de Macacu (Sepe), João Ferreira, a proposta da prefeitura é pagar o valor das férias em quatro partes, porém, a categoria não concorda com o parcelamento.

“Pela lei, a prefeitura teria que ter feito em janeiro o pagamento das férias, que equivale a um terço a mais do salário no mês em que se goza e ela alega que não pagou porque houve dificuldades do banco em depositar para todos o valor em uma só vez. Mas não dá para entender que problema o banco teria em depositar em vez de R$ 1,5 mil, R$ 2 mil”, explica.

De acordo com o sindicato, está previsto um ato em frente à prefeitura nesta sexta-feira 15 de março, às 19h, e a entrega de uma nota de repúdio pela falta de planejamento da municipalidade no pagamento do 1/3 de férias. E na próxima segunda-feira, 18 de março, haverá mais uma assembleia de professores para decidir se haverá paralisação integral.

O Portal Multiplix entrou em contato com a prefeitura e aguarda um posicionamento.