Obras devem deixar 15 bairros de Nova Friburgo sem água nesta quarta

Segundo a concessionária responsável, serviço será interrompido para o remanejamento da adutora da ETA de Debossan

Por Matheus Oliveira
07/01/19 - 10:59
Obras devem deixar 15 bairros de Nova Friburgo sem água nesta quarta ETA de Debossan vem passando por obras, o que irá interromper o fornecimento de água em 16 bairros nesta quarta | Foto: Reprodução/Portal Multiplix

A empresa responsável pelo serviço de água e esgoto de Nova Friburgo informou que, nesta quarta-feira, dia 9 de janeiro, o Sistema de Abastecimento da Estação de Tratamento de Água (ETA) de Debossan será interrompido para realização das obras de remanejamento de um trecho da adutora.

Segundo a concessionária, as obras serão iniciadas às 8h e a previsão é de que sejam concluídas até as 17h, podendo ser remarcadas em caso de chuvas torrenciais na noite anterior. A empresa solicita aos moradores da região atendida pela ETA Debossan que façam uso consciente da água antes e durante o período das obras previstas.  A empresa disponibilizará 15 carros-pipa, que podem ser solicitados pelo 0800 757 0422 em casos de desabastecimento.

Atualmente, a estação de Debossan, segundo a concessionária responsável pelo serviço, atende cerca de 48 mil pessoas nos bairros Bela Vista, Debossan, Mury, Parque Imperial, Perissê, Ponte da Saudade, Cordoeira, Olaria, Paissandu, Parque São Clemente, Centro, Braunes, Tingly, Vila Guarani e Ypu. 

Vale lembrar que, em razão de problemas operacionais ocasionados pelas chuvas para atender o padrão de potabilidade, um total de 16 bairros chegou a passar quatro dias no período do Natal sem o serviço. No dia 24 de dezembro, moradores do bairro Catarcione decidiram fechar a Rua Romualdo Machado em razão do problema.

A empresa informou ainda que as obras para a modernização da ETA Debossan deverão evitar novas interrupções. As intervenções, em sua totalidade, têm previsão para durar entre dez meses a um ano e consistem em incluir instalações complementares e preparação de produtos químicos. Além disso, o local irá contemplar o tratamento de lodos flotados e drenagem de lavagem de filtros. As etapas aplicadas no processo de floto-filtração consistem em pré-oxidação, coagulação química, floculação mecânica, clarificação por flotação a ar dissolvido e filtração rápida.

O objetivo da operação, de acordo com a instituição, é atender o mesmo percentual de pessoas, na mesma área e com a mesma capacidade (160 l/s), mas com uma operação mais qualificada e mais qualidade na distribuição de água aos friburguenses.